A Maldição da Colina – Sessão Gravada,Fotos e Aventura de Cthulhu +2d6 Horror Doidimais! NitroSessions!

 Aventura de Cthulhu Horror Doidimais +2d6 – A Maldição da Colina

Jogadores e Personagens:

Tuz – Dr. Pennyworth (Médico)

Paula  – Dona Palmirinha (Antiquária)

Leo – Mestre Zander (Médium)

Alexandre – Nick Drake (Jornalista)

Anso – Dr. Walter Bishop (Cientista)

Mestre: Tio Nitro

Essa foi uma aventura de Call of Cthulhu, baseada em uma aventura muito antiga (1978) do melhor RPG de horror de todos os tempos. Nessa aventura, os investigadores, ao investigar um estranho anel com duas cobras entrelaçadas os lançam nos segredos terríveis de uma comunidade do interior, próxima a tenebrosa cidade de Arkhan. A aventura se passa nos Estados Unidos, em 1920.

DSC06363

Link da Sessão Gravada (2h 45 minutos):

Download da Aventura de Cthulhu Horror Doidimais +2d6 – A Maldição da Colina (2h 45 min)

Cena 01: A Sessão Espírita da Madame Yolanda

Estados Unidos, Arkhan, 1920.

Os investigadores receberam um convite para visitar e conhecer a Madame Yolanda, uma médium famosa que chegou na cidade de Arkhan. Cada um dos investigadores tinha uma motivação para falar com a Madame Yolanda, que estava em uma caríssima mansão, alugada com o dinheiro que ela ganha das sessões espíritas.

Madame Yolanda
Madame Yolanda

O Dr. Pennyworth queria saber sobre a sua herança, a antiquaria Dona Palmirinha queria investigar um estranho anel que ela recebeu de um outro antiquário, chamado Will Cox, que morreu recentemente. O Mestre Zander, que também é um médium meio charlatão, foi para a sessão espírita para investigar a concorrência, enquanto o jornalista Nick Drakefoi na sessão para tentar desmarcarar a Madame Yolanda, enquanto o Dr. Bishop, professor da Miskatonic University, foi até a sessão em nome de sua esposa, que estava triste pela morte de sua irmã e queria algum contato com ela.

DSC06357



Depois do início da sessão, onde a Madame Yolanda usa o espírito de uma criança alemã chamada Érika para se comunicar, o espírito começou a responder perguntas dos investigadores.

O espírito revelou o local da herança do Dr. Pennyworth, enquanto Mestre Zander confrontou o espírito.  O jornalista Nick Drake investigou a mesa da sessão em busca de truques, mas não encontrou nada.

Quando a antiquaria Dona Palmirinha deu o anel para o médium, o espírito de Érika grita de horror e joga o anel para longe e a Madame Yolanda entra em convulsões.

Dr. Pennyworth e o Dr. Bishop tentaram ajudar a médium, que está em convulsões.

O Anel das Serpentes
O Anel das Serpentes

A médium melhora e se levanta. Ela pede para todos irem embora e se recolhe para seu quarto.

Momentos depois, Babette, a sua secretária francesa, grita de horror!

Os investigadores seguem para o quarto da Madame Yolanda e a encontram morta. Tudo indica que ela se suicidou, se enforcando com um xale no candelabro do teto do quarto.

Eles começaram a investigar, e o jornalista Nick Drakenotou que a Madame Yolanda, antes de morrer, anotou e jogou um papel na lareira do quarto. O jornalista correu e pegou o papel, onde estava escrito.

“Assim quando eles chocam, um por um, as crias correm pelos subterrâneos da terra, se alimentando de trevas , esperando o dia onde poderão, aguardando a transcendência, e a elevação ao novo mundo, o mundo que será e o mundo que foi, o outro mundo. Os guardiões não deixarão que o ovo do mundo cair nas mãos de seus inimigos…”

Esse trecho estava escrito a mão e parecia ter sido arrancado de um diário. Eles procuram mais no quarto e encontram o diário em cima da escrivaninha da Madame Yolanda. Além disso, eles viram o nome do livro de onde esse trecho foi retirado, o Necronomicon.

O Dr. Pennyworth analisou o corpo, e viu que ela estava com uma picada de cobra venenosa na nuca, algo muito estranho.

A Dona Palmirinha analisou o trecho, e lembrou-se do Dr. Armitage, um professor de história e mitologia da Universidade de Miskatonic, se lembrou que o Dr. Armitage tinha falado sobre esse nome, o Necronomicon. Ela também conhecia o antiquário McAllister, que morreu a pouco tempo de acidente de carro, que tinha sido quem levou o Necronomicon para o Dr. Armitage.

O Dr. White procurou por cobras no quarto da Madame Yolanda e achou uma caixa trancada. O Mestre Zander se lembrou de vários rituais antigos que envolvem cobras. Ele também se lembrou de deuses, como Quetzoqual, um deus mexicano, que era uma serpente emplumada. Ele também se lembrou que o culto a serpentes é muito antigo, e praticado por índios norte americanos. Ele também se lembrou que na história antiga dos Estados Unidos, os índios Apache usavam veneno de cascavel para ter visões espirituais. Em Dunwich, existe uma igreja onde os fiéis dançam com cobras e não são picados.

Dentro da caixa haviam vários envelopes, muitos com dinheiro e um envelope estranho endereçado a Olívia Hannover, na cidade de Dunwich, no norte de Massachussets . Além disso eles também resolveram ler o diário da Madame Yolanda.

Cena 02: O Diário da Madame Yolanda e as Cartas

Os investigadores leram primeiro o diário da Madame Yolanda:

8 de Dezembro 1926

Will Cox me emprestou um livro, A Adoração ao Demônio no Novo Mundo. Tem muitas histórias interessantes nesse livro, mas também muito preconceito. Ele também menciona a Colina da Serpente Enroscada, perto de Dunwich, no norte de Massachussets, próximo ao local onde mora minha amiga Olívia Hannover. Will Cox também mencionou muitas coisas que tem haver com o problema. Preciso ir até Woodsbury.

2 Maio de 1927

Preciso ver a Dona Palmirinha. Babette chegou com todas as informações sobre os meus futuros clientes. Eles irão me dar muito dinheiro depois da sessão de amanhã. Será que Érika irá contribuir. Ela é um espírito muito trapaceiro e não me ajuda quando quero, e ultimamente está atuando de maneira estranha.

3 de Maio de 1927 (antes de suicidar)

É terrível demais. A mesclagem está próxima. O passado o presente e o futuro. O ovo irá chocar-se, tenho que destruir tudo! Só assim posso escapar de ter visto aquele horrível anel! (O resto está ilegível).

Depois da leitura, o Dr. Bishop pegou um pouco do veneno da picada de cobra nas nuca da Madame Yolanda para investigar.

Em seguida a polícia chegou e o Detetive Harden, vesgo, questionou os investigadores, levantando suspeitas contra eles.

Dona Palmirinha começou a investigar sobre o anel, desconfiada que o anel tenha amaldiçoado a todos.

O Mestre Zander foi investigar o ritual, enquanto os demais resolveram investigar as cartas da Madame Yolanda.

DSC06358

 Cena 02: Investigações

Os investigadores decidem ir até a Universidade de Miskatonic, para conversar com o Dr. Armitage enquanto outros decidem investigar o museu pessoal do Willcox, o antiquário que enviou o anel das serpentes para a Dr. Palmirinha.

O Dr. Pennyworth retornou para sua casa, para pegar os papéis de sua herança. Ao chegar, ele começou a ter visões, vendo o seu próprio mordomo como um homem reptiliano. Depois de alguns momentos, ele volta a ver o mundo de maneira normal.

O Dr. Bishop chega na Universidade de Miskatonic, e tem uma visão, como se a universidade tivesse se transformado em algo medonho, uma construção bizarra de uma outra dimensão, com decorações que lembram escamas e serpentes, o céu cheio de nuvens e quase negro. Segundos depois, a visão desaparece.

O Jornalista Nick Drake foi até o Museu Willcox para investigar o antiquário. O museu estava fechado. Antes de ir, Nick Drake investigou o Willcox e descobriu que, depois de sua morte a uma semana, por picada de cobra, seu museu foi totalmente fechado e sua viúva saiu da cidade, indo para Los Angeles.

Nick Drake invadiu o museu a noite, e cada uma das suas salas são repletas de objetos estranhos. Cabeças cortadas embalsamadas, múmias, cerâmicas antigas, estátuas bizarras.

Enquanto ele andava dentro do museu, ele começou a escutar barulho vindos do andar de cima, o som de garras se arranhando pelo chão. Nick Drake viu alguns punhais cerimoniais astecas, com uma serpente alada no cabo. O jornalista pegou um dos punhais, enquanto escutava os barulhos do sótão. Ele também achou uma carta de Olivia para Willcox, que colocou no bolso.

mallika-nagin-hisss

Antes que ele investigasse, o policial Floyd, que viu a luz da lanterna de Drake dentro do museu, bateu na porta e pediu para ele sair do Museu.

Nick pegou a adaga asteca e abriu a porta. Ao sair, Nick Drake viu o guarda, que estava com o rosto como de um homem repitiliano. Nick berrou mas depois se recompôs, pois a visão desapareceu.

Cena 03: Os segredos do Dr. Armitage

Zander e Palmirinha foram para a Universidade Miskatonic investigar sobre o Necronomicon e o livro Adoração do Demônio no Novo Mundo. Palmirinha, na universidade, começou a sentir uma dor na perna esquerda. A perna estava começando a ter uma trombose, e ao olhar, ela viu que o calcanhar estava preto, como se estivesse envenenado por veneno de cobra.

Miskatonic University Front Campus View
Miskatonic University Front Campus View

Zander foi procurar uma enfermeira da universidade para ajudar Palmirinha. Eles encontraram com o Dr. Armitage, que estava indo para dar uma aula. Ao ver Palmirinha, o Dr. Armitage resolveu ajudá-los.

Armitage disse que tinha sido convidado pela Madame Yolanda. Ao ser questionado sobre os livros, Armitage explicou que o livro Adoração do Demônio no Novo Mundo foi escrito pelo Pastor McCallister, que tinha se hospedado na casa de Olivia, nas florestas do norte de Dunwich. Ele não gostou muito do livro.

DSC06362

Armitage leva eles até a biblioteca e pega o Necronomicon. Quando ele abre o livro, Palmirinha e Zander começam a sentir uma tontura fortíssima, e os dois tem uma sensação que estão em uma outra biblioteca, com um design estranho e alienígena, como se não tivessem sido feitas por seres humanos, com livros no lugar de papiros, e eles veem um ser reptiliano no lugar do Armitage, com um rosto de serpente. As outras pessoas que estão na biblioteca também aparentam ser homens serpentes.

Dr. Henry Armitage by ~Hutchinson1860
Dr. Henry Armitage
by ~Hutchinson1860

Eles gritam e ficam loucos, com o Mestre Zander correndo e pulou pela janela, quebrando o braço direito, enquanto Palmirinha tentou matar, em um ataque histérico, o Dr. Armitage.

Armitage conseguiu se defender e expulsou Palmirinha da biblioteca. Palmirinha gritou com ele e Armitage revelou que o anel é um “anel de Yg”,a Serpente Cósmica. Ele passou uma série de papéis para Palmirinha, e disse que era o que ele estava pesquisando para a Madame Yolanda.

Palmirinha colocou o anel e Armitage disse que ela condenou todo o mundo ao usar esse anel, depois dele ter sido ativado por um espírito (o que aconteceu durante a sessão espírita).

Armitage explica que se o anel não for colocado de volta onde ele foi encontrado, o nosso mundo deixará de existir. Todos que viram o anel depois que ele foi ativado também estarão amaldiçoado, e “verão o passado, o presente e o futuro do que nunca existiu”.

Ele explicou que cada curva do anel representa uma conjunção dos oito planetas do sistema solar, os sete conhecidos e o oitavo que está esperando para emergir. A conjunção estava próxima, e se acontecer antes do anel retornar de onde veio, o nosso mundo deixará de existir.

Palmirinha pegou Zander que foi tratado pelo Dr. Bishop. O Dr. Bishop comentou que o veneno da cobra extraído da nuca de Madame Yolanda é uma expécie de veneno universal, uma mistura de todos os venenos conhecidos de cobras.

Cena 04: A Morte da Esposa do Dr. Bishop

Dr. Bishop recebeu um chamado urgente para ir na sua casa. Ele foi junto com os demais e com o Dr. Pennyworth. Ao chegar em sua casa, o Dr. Bishop encontrou sua esposa na cama, com a pele negra e quase morrendo. Enquanto o Dr. Pennyworth estava tratando dela, ela gritou e sua barriga explodiu, com várias cobras de diversos tipos saindo da barriga e atacando a todos presentes.

Eles saem de lá desesperados, com o Dr. Bishop sofrendo uma picada de cobra. O Dr. Pennyworth conseguiu tratar o Dr. Bishop, usando um soro antiofídico contra ele.

Eles saíram de lá e encontraram, no centro da cidade, com o jornalista Nick Drake.

Cena 05: Viagem para Dunwich

Os investigadores se encontram na Universidade de Miskatonic e trocam suas informações e as visões que tiveram. Palmirinha estava desesperada, pois estava passando pelo mesmo processo que a esposa do Dr. Bishop.

Palmirinha passou para os demais as anotações de Armitage:

“Cara Iolanda. Descobri algumas coisas referentes a Yg. Yg copulou com outros Deuses para criar seus próprios mundos. Com isso ele gerou Ovos de Mundos, que poderão gestar novas realidades, que quando eclodirem, o passado, o presente e o futuro serão mudados, e o que nunca existiu será o que existiu sempre.

Os antigos sacerdotes de Yg tinham os Anéis Sagrados para manter os ovos e suas crias vivos. Os anéis transformavam os fiéis em Crias de Yg. Os Ovos dos Mundos podem ser destruídos pelo Canto Sem Palavras e pelo poder do Sol.”

No final do papel estava uma notação musical com as notas do Canto Sem Palavras, da tribo indígena dos Abenaki.

Os Investigadores concluíram que eles precisavam procurar esse tal de Ovo do Mundo e destruí-lo, assim estariam livres da maldição.

Eles decidiram também viajar até Dunwich para se encontrar com Olivia. Nick Drake também resolveu ler a Carta de Olivia para Willcox.

Carta de Olivia para Willcox:

“Caro Willcox, segue o Anel de Serpentes que encontramos na colina próxima a floresta ao redor da nossa fazenda. A Anciã Barnes é uma velha índia que mora próximo a colina. Ela conhece muitas das lendas da região, que ela se recorda por meio das canções dos antigos índios. Existem histórias de coisas escondidas nessas colinas.

A colina é uma das tradicionais “colinas das serpentes” criadas a muito tempo por povos antigos, e tem formas espirais por baixo da grama, muitas delas cobrindo quilômetros. A colina da serpente na Floresta de Dunwich tem mais de cem metros de diâmetro.  A Anciã Barnes , da tribo dos Abenaki, foi quem me passou esse anel.

O anel é muito estranho e não consegui nenhuma informação sobre ele, passo-o para você.

De sua amiga Olivia.”

Depois de ler a carta os investigadores decidiram ir direto para a cabana da Anciã Barnes, a velha índia que mora na floresta de Dunwich.

Na estrada, à medida que eles vão entrando no interior de Dunwich, passando pelas florestas, eles começaram a ter visões de um outro mundo. Um mundo estranho, com ávores gigantescas e um arquitetura estranha e bizarra, com veículos feitos de monstros gigantescos, e humanoides reptilianos olhando para eles. Essas visões passavam rapidamente, mas deixaram os investigadores meio insanos.

Depois de algum tempo eles chegaram na cabana da Anciã Barnes.

Cena 06: A Velha Índia de Dunwich

Eles chegaram até a cabana da Anciã Barnes, no meio da floresta de Dunwcih. A velha, carcomida pelo tempo, recebeu  bem os investigadores, considerando-os como sendo “os escolhidos” e mostrou suas mãos, com cinco anéis idêntico ao anel das serpentes.

Depois que ela lhes deu os  anéis, ela disse, que eles seriam “os últimos humanos”.

Ela diz:

“Que depois que os últimos representantes da tribo dela morreram, ela se entregou para Quetzoqual, o Deus Serpente, para recriar o mundo, um novo mundo onde a sua tribo, cujas almas ela preservara, poderia renascer. Venham e assistam o nascimento do novo mundo.”

Os investigadores hesitaram, porém da floresta, uns homens e mulheres estranhas vão saindo da floresta, cercando os investigadores. A medida que eles se aproximavam, os investigadores notaram que esses homens e mulheres tinha características repitilianas.

A Anciã
A Anciã

A anciã continuou:

“Quando o ovo do mundo chocar-se, a história será reescrita, e serão os répteis, e não os mamíferos que assumiram o controle do mundo. Os filhos de Yig, o Deus das Seprentes. E vocês serão os últimos humanos nesse novo mundo, e serão honrados com a imortalidade e a tortura eterna aos pés de Yig. Hoje o seu mundo morre e um novo mundo nasce! Alegrem-se! Serão imortais!”

Os  seis homens-serpente começam a cercar os investigadores, armados com adagas astecas (semelhantes a roubada por Nick Drake no Museu de Willcox).

A Colina da Serpente
A Colina da Serpente

A Anciã os leva para a colina, para uma entrada no fundo da colina e diz:

“Vocês irão eclodir o ovo, o anel já preparou vocês. Vocês estão prontos, basta tocarem no Ovo do Mundo. Vocês entrarão sozinhos na câmara sagrada.”

Todos os investigadores sentiram suas mentes sendo atacadas pela anciã. Alguns fraquejaram e caíram sob o domínio de suas palavras.

Eles decidiram entrar e pensar em algo para ser feito dentro da câmara sagrada.

Cena 07: A Câmara do Ovo do Mundo

Eles entraram na caverna abaixo da colina e depois de caminhar alguns minutos, chegaram a uma câmara central que causava muita náusea e terror. Desenhos estranhos representando Yig mexiam sem parar, causando insanidade e desespero nos investigadores . No centro da câmara estava o Ovo do Mundo, um ovo gigantesco (3 metros de altura) brilhando com uma luz amarelada-esverdeada doentia.

DSC06359

Mestre Zander decidiu entrar em contato com o espírito da Érika, da Madame Yolanda para tentar descobrir como destruir o Ovo do Mundo. Porém quando ele sai de seu corpo com seus poderes mediúnicos, ele acabou sendo atraído pelo Ovo do Mundo. Ele viu o novo mundo, um mundo dos répteis, muito mais cruel do que o dos humanos, onde Yig reina supremo, aumentando a crueldade e a maldade da realidade, consumindo tudo a todos.

Ele conseguiu escapar do poder do Ovo do Mundo mas ficou com uma insanidade permanente por causa disso.

Homem Serpente
Homem Serpente

Enquanto isso, no plano físico, a Anciã ficou impaciente e seus homens serpentes entraram na caverna, dispostos a matar os investigadores e forçar o Ovo do Mundo a eclodir.

Os investigadores lutam furiosamente contra os homens serpentes enquanto o Dr. Bishop  teve uma ideia brilhante. Ele entrou em contato com o espírito Érika para ela contatar um índio da tribo Abenaki, a tribo da Anciã. O objetivo era fazer com que o espírito do índio pudesse decifrar o “Canto sem Palavras” que estava no Necronomicon.

Os homens serpentes e os investigadores combatiam ferozmente, enquanto o Mestre Zander aprendeu o “Canto sem Palavras”. Os investigadores, desesperados, começaram a cantar o “Canto sem Palavras”.

Nick Drake notou que a faca que ele havia roubado, causava grande dano nos homens serpentes. Eles conseguiram ganhar um pouco de tempo, matando dois dos homens serpentes, e os investigadores pegaram o ovo e  o levaram para fora.

Porém, ao quase sair, eles viram que haviam centenas de homens serpentes cercando a colina. Mas como eles estavam carregando o Ovo do Mundo, os homens serpentes se afastaram deles.

Yig
Yig

A anciã desesperou pois não podia mais mandar os homens serpentes atacar, com medo de danificar o ovo.

Nesse momento o Mestre Zander começou a cantar o “Canto Sem Palavras”, sendo acompanhado pelos investigadores.

Um dos homens-serpentes atacou o mestre Zander, e o Dr. Bishop pulou na frente, se sacrificando! Felizmente, o homem serpente errou o seu ataque.

O Ovo do Mundo explodiu e os homens serpentes queimam totalmente. Os investigadores que estavam com os anéis de serpente perderam os dedos, que explodiram junto com o ovo.

No final, Nick Drake meteu uma bala na cabeça da velha anciã.

FIM! E FOI DOIDIMAIS!

Ficha dos Personagens

Walter Bishop (PDF)

Nick Drake (PDF)

Dr. Pennyworth (PDF)

Mestre Zander (PDF)

Sarah Spieguel (PDF)

Contato:

19 comentários

  1. Comecei a mestrar Call of Cthulhu há pouco tempo e estes reportes de sessão têm me ajudado a ter mais idéias para aventuras nesse universo, apesar de já ter lido contos do Lovecraft. :)

  2. Olá Bruno! O final aconteceu na realidade mesmo, mas gosto de manter essa ambiguidade, para dar o clima lovecraftiano da história. Valeu pelo comentário!

  3. Tio Nitro, ouvi a NitroSession uns dias atrás e gostei bastante, parabéns e continue com o ótimo trabalho!

    Minha dúvida é: tudo o que aconteceu na cena final, ou seja, o ovo gigante e os homens-serpente, aconteceu na “realidade” ou apenas na mente dos investigadores, que já estavam um tanto quanto insanos? Acredito que a história dá margem para ambas interpretações, o que você acha?

    Valeu!

  4. Muito louca a aventura… Gostei bastante… Sobretudo da historia ter sua participação em Dunwich. Me deparei a pouco tempo com a literatura de Lovecraft e simplesmente acho-a fantástica! Parabéns, rapaz pelo blog… Constantemente o uso para consultas! Foi d+ a aventura!

  5. Muito boa a história. Meus jogadores não querem muito eu Narrando CoC por que geralmente nas minhas aventuras de Storytelling eles acabam se ferrando (não por minha culpa =D)

  6. Bem legal o reporte de cthulhu. Esse Yig é criação sua ou algo do cthulhu mythos mesmo? Os personagens perderam cada um apenas um dedo (o do anel) ou todos os dedos da mão mesmo? Bem, se safaram bonito, mas com algum preço a pagar (perder dedos), hehehe

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s