Malazan Book of the Fallen #9 | Dust of Dreams (O Pó dos Sonhos) – Steven Erikson | Resenha, Citações, Mapas, Ilustrações | NITROLEITURAS – Guia Tio Nitro da Saga Malazan #resenha #releitura #malazan

 

O primeiro ato do final de um dos mais épicos finais de toda a literatura de fantasia contemporânea!

Esse é o 9º post do meu projeto GUIA TIO NITRO DA SAGA MALAZAN, uma releitura de todos os livros da saga Malazan – Book of the Fallen, com minhas novas resenhas para divulgar mais a saga no Brasil, visto que acho difícil que todos os livros sejam publicados.

Além dos livros da série Malazan – Book of the Fallen do Steven Erikson, irei ler e fazer o mesmo com os seis livros do Ian Esslemont, a série Malazan Empire. Com isso, espero ampliar mais o conhecimento dessa fantástica série de Fantasia Épica Sombria e Brutal no Brasil!


GUIA TIO NITRO DA SAGA MALAZAN 

Malazan Book of the Fallen #1 | Gardens of the Moon (Os Jardins da Lua) – Steven Erikson

Malazan Book of the Fallen #2 | Deadhouse Gates (Os Portais da Casa dos Mortos) – Steven Erikson

Malazan Book of the Fallen #3 | Memories of Ice (Memórias do Gelo) – Steven Erikson

Malazan Book of the Fallen #4 | House of Chains (A Casa das Correntes) – Steven Erikson

Malazan Book of the Fallen #5 | Midnight Tires (Marés da Meia-Noite) – Steven Erikson

Malazan Book of the Fallen #6 | The Bonehunters (Os Caçadores de Ossos) – Steven Erikson

Malazan Book of the Fallen #7 | Reaper’s Gale (A Ventania Ceifadora) – Steven Erikson

Malazan Book of the Fallen #8 | Toll the Hounds (Pague os Cães) – Steven Erikson

Malazan Book of the Fallen #9 | Dust of Dreams  (O Pó dos Sonhos) –  Steven Erikson


 

Malazan Book of the Fallen #9 | Dust of Dreams (Pó dos Sonhos) –  Steven Erikson | 1280 pgs Bantam Books (2009) | Lido de 26.01.21 á 10.02.21| Guia TIO NITRO da Saga Malazan | NITRORELEITURAS #resenha #releitura #malazan

SINOPSE

Na guerra, todos perdem. Esta verdade brutal pode ser vista nos olhos de cada soldado em todos os mundos … Em Letherii, o exército Malazan exilado comandado pelo Adjunto Tavore começa sua marcha para Wastelands orientais, para lutar por uma causa desconhecida contra um inimigo que nunca viu. 

 

E nesses mesmos Wastelands, outros se reúnem para enfrentar seus destinos. O guerreiro Barghast, frustrado em sua vingança contra os Tiste Edur, busca novos inimigos além da fronteira e Onos Toolan, outrora o imortal T’lan Imass agora comandante mortal do clã White Face, enfrenta a insurreição. 

 

Ao sul, o Perish Grey Helms aproveita a passagem pelo traiçoeiro reino de Bolkando. 

 

Sua intenção é encontrar-se com os Caçadores de Ossos, mas seu voto de lealdade aos Malazans será duramente testado. 

 

E os antigos enclaves de uma raça mais antiga estão em busca de salvação – não entre sua própria espécie, mas entre os humanos – enquanto um velho inimigo se aproxima cada vez mais do último bastião sobrevivente de K’Chain Che’Malle. 

 

Portanto, este último grande exército do Império Malazan está decidido a fazer uma resistência heróica e desafiadora final em nome da redenção. 

 

Mas podem os atos ser heróicos quando não há ninguém para testemunhar? E pode aquilo que não é testemunhado mudar para sempre o mundo? Os destinos raramente são simples, as verdades nunca são claras, mas uma certeza é que o tempo não está do lado de ninguém. 

 

Pois o Baralho dos Dragões foi lido, liberando um poder terrível que ninguém pode compreender … Em uma terra distante e sob céus indiferentes, o capítulo final de ‘O Livro Malazan dos Caídos’ começou.

RESENHA

A releitura do Dust of Dreams só aumentou o meu respeito e admiração pela criação monumental do Steven Erikson. Novos significados, temas que antes estavam mais ocultos saltam aos olhos em uma releitura. E é impressionante o modo como a trama entrelaça e fecha as centenas de arcos de personagens. Um trabalho titânico e monumental!

Como nos outros livros, Dust of Dreams começa devagar e vai acumulando força dramática aos poucos, com arcos narrativos encerrando em clímaxes cada vez mais impressionantes. Quando se chega ao final do livro, como nos demais da saga Malazan, temos o já famoso “avalanche Eriksoniano”, onde as trocentas narrativas paralelas se entrecruzam em um final apocalíptico. O que é mais medonho é que a cada livro da série Malazan eu sempre me pergunto “como é que esse cara vai se superar no próximo”. E como sempre, o Steven se supera, o cara é um monstro.

Porém, como os demais livros, Dust of Dreams é talvez complexo demais para o grande público. Esse é o problema em recomendar a série Malazan, Steven é daqueles escritores que desafiam o leitor a se acostumar com seu estilo, sua prosa força ao leitor desenvolver uma forma diferente de leitura. E o pior, pelo que eu leio nos grupos de discussão malazânica, cada fã da série tem a sua maneira de ler.

A minha forma de ler Malazan é apreciar as milhares de narrativas paralelas como obras fechadas em si mesmas, mesmo que entrelaçadas de maneira habilidosa por Erikson. Essa forma de ler parte da técnica e do estilo de Erikson, sua prosa é cíclica, passando pelos mesmos temas mas abordando-os sob pontos de vistas diferentes, ou melhor, por infinitos pontos de vista diferentes, por meio de mais de seiscentos personagens. É um feito literário considerável, e sempre me surpreende como ele consegue diferenciar tantos personagens.

Tentando mais uma vez a tarefa impossível de falar um pouco da trama de Dust of Dreams sem dar spoilers, já que estamos no nono volume de uma saga imensa, vou colocar em termos genéricos para ressaltar o que mais gostei desse livro.

A trama Dust of Dreams acontece no continente de Letherii, onde o exército exilado da Adjunta Tavore começa sua marcha para dentro das Terras Devastadas, para lutar em uma causa desconhecida contra um inimigo que nenhum malazan vira. Essa jornada causa uma convergência de forças a favor e contra a empreitada dos Malazans, sejam de tribos e reinos que serão atravessados pelas tropas de Tavore, seja por uma legião formada por outras raças não-humanas que possuem suas próprias buscas e guerras a serem travadas para sobreviverem ao que acreditam ser um evento de proporções apocalípticas.

Dentro desse cenário, Steven narra centenas de dramas pessoais por centenas de perspectivas diferentes. Ele mergulha o leitor em uma miríade de diferentes perspectivas, vemos a brutalidade tribal dos Barghasts, por exemplo, por dentro da visão de mundo desses selvagens. Andamos e sofremos a fome e o canibalismo de uma legião composta de milhares de crianças órfãos das guerras que se passaram em outros volumes, pela perspectiva desses próprios órfãos, entre centenas de outras narrativas interessantes e sombrias. Tudo com disgressões filosóficas impactantes, os personagens de Erickson refletem sobre o que acontece, estabelecendo pontos entre o mundo de Malazan e os aspectos mais sombrios da nossa miserável realidade contemporânea.

Uma das minhas partes favoritas de Dust of Dreams fou conhecer o ponto de vista dos K’Chain Che’malle, uma raça de seres semelhantes a lagartos ou dinossauros, supremamente avançados e totalmente perigosos. Essa trama revela muito sobre esses seres antigos que habitavam o mundo muito antes dos humanos. E o tema da extinção, da dificuldade do povo lagarto de se adaptar às mudanças forçadas pela história e o sacrifício que precisam fazer para ter uma chance de sobrevivência, é muito impactante.

O tom filosófico de Dust of Dreams assumiu uma visão ainda mais sombria e deprimente em relação aos horrores que assolam a humanidade, todos os quais refletem nosso mundo real. O arco mais brutal é o do Snake, uma imensa multidão de crianças órfãs de guerra e que, seguindo uma menina que acaba atingindo a divindade, segue em uma jornada solitária e brutal por um deserto terrível, tendo que recorrer ao canibalismo para sobreviver.

A batalha final do livro, da qual vemos apenas a primeira parte, já que a segunda parte é descrita no livro final, o The Crippled God, é fenomenal e muito bem descrita. E completamente devastadora para a gente que já se acostumou com dezenas de personagens, muitos dos quais enfrentam mortes estúpidas e sem sentido, bem na linha existencialista e niilista que permeia essa fantasia pós-moderna.

Dust of Dreams, assim como os outros livros da série, são vários livros misturados em um tomo de mil e duzentas páginas. E como os outros tomos, recomendo, para quem está interessado em ler a saga de fantasia brutal e épica mais complexa jamais criada pelo homem, ler consultando a Enciclopédia Malazanica, a Malazan Wiki, que ajuda muito na imersão nesse universo.

E agora, com o coração apertado, começo a releitura do VOLUME FINAL da Saga Malazan, THE CRIPPLED GOD.

Pela baba nojenta do Deus da Morte Hood! Recomendadíssimo!


MAPAS DA SAGA MALAZAN

Fonte: Malazan WIKIA – https://malazan.fandom.com/wiki/Maps_in_the_Malazan_Books

Os livros ambientados no mundo Malazan são acompanhados por muitos mapas. Alguns desses mapas têm várias versões diferentes.


CITAÇÕES DE “DUST OF DREAMS”

“Um homem não casa com uma menina, nem com uma mulher. Ele se casa com uma promessa, e ela brilha com uma pureza brilhante que não tem idade. Em outras palavras, brilha com a glória das mentiras. O engano é auto-infligido. A promessa era simples em sua forma, como convinha à estupidez dos jovens, e em sua essência oferecia a ilusão de que o momento presente era eterno; que nada mudaria; nem o fogo do desejo, nem a própria carne, nem o olhar intenso. ”

“A chave, eu acho, é se manter fiel à sua própria estética, aquilo que você valoriza, e não ceder a ninguém o poder de se tornar o árbitro de seus gostos. Você também deve aprender a planejar estratégias para se defender tanto de atacantes quanto de defensores. Explorar a agressão, mas apenas em autodefesa, o tipo de autodefesa que anuncia a todos a implacabilidade de sua armadura, sua autoconfiança e afirma a santidade de sua auto-estima. Ataque quando for necessário, mas não com arrogância. Defenda quando seus valores forem desafiados, mas nunca com o fogo selvagem da raiva. Contra os atacantes, sua defesa mais segura é ferro frio. Contra os defensores, geralmente a melhor tática é embainhar a arma e recusar o jogo. Reserve o desprezo para aqueles que realmente o mereceram, mas veja o desprezo que você se permite sentir não como uma arma, mas como uma armadura contra seus ataques.”

“Ele é forte o suficiente para ficar exposto, revelando tudo o que é vulnerável dentro dele. Ele é corajoso o suficiente para convidá-lo cada vez mais perto. Se você o machucar, ele se retirará, como deve, e esse caminho para ele estará, a partir de então, selado para sempre. Mas ele começa com o dom de si mesmo. O que o outro faz com ele define o futuro dessa relação particular. ”

“Mas o mundo tinha suas camadas. Ao simples oferece simplicidade. Para os sábios, oferece profundidade. E a única medida de coragem que vale a pena reconhecer foi encontrada em aceitar a posição de cada um nesse esquema – com honestidade dura e inabalável, não importa o quão humilhante ”.

“Pegue mil soldados. Quatrocentos lutarão, mas não farão nada. Duzentos correrão se tiverem chance. Outros cem ficarão confusos. Isso deixa trezentos com os quais você pode contar. Sua tarefa em comandar esses mil se resume a saber onde colocar esses trezentos. ”

“Não se preocupe. Eu sou como a maioria das pessoas Eu posso manter meus olhos e ainda não ver nada. ”

“O monstro da civilização sempre enfrentou o futuro e, ao fazer seu mundo presente, devorou ​​o mundo vindouro. Era uma verdade terrível que os próprios filhos pudessem ser tão insensivelmente sacrificados a confortos imediatos, mas assim era e sempre foi assim. ”

“Afinal, todos morrem na solidão. Uma verdade bastante simples. Uma verdade que ninguém precisa temer. Os espíritos esperam, antes de lançar um julgamento sobre uma alma, esperam que essa alma – em seu isolamento moribundo – definisse o julgamento sobre si mesma, sobre a vida que viveu, e se a paz viesse disso, então os espíritos mostram misericórdia. “

“Nunca faça de si mesmo um obstáculo na estrada dos problemas. Não, em vez disso, faça para si uma ponte, com pedras escorregadias como graxa. ”

“Já teve um filho, Silchas? Eu acho que não. Dar conselhos a uma criança é como jogar areia contra uma parede de obsidiana. Nada pega. A verdade brutal é que cada um de nós sofre suas próprias lições – elas não podem ser evitadas.. Eles não podem ser deixados de lado. Você não pode presentear uma criança com suas próprias cicatrizes e com o conhecimento que você ganhou com elas . Suas cicatrizes-conhecimento serão como teias, comprimindo, sufocando, e aquela criança lutará e se esforçará até que se rompam. Não importa o quão nobre seja sua intenção, as únicas cicatrizes que ensinam alguma coisa a eles são as que eles mesmos conquistam. ”

– Steven Erikson, Dust of Dreams


RESUMO DA TRAMA DE “TOLL THE HOUNDS” – PAGUE OS CÃES

PRÓLOGO

Rutt, um menino que carrega o bebê Held, conduz uma multidão de crianças refugiadas de Kolanse, no continente de Lether, através da Planície de Elan. Eles são perseguidos por Desistentes, seu nome dado a inquisidores, e assediados por “patifes”, matilhas de cães. A cada dia, muitos morrem.

Kalyth é um Elan que escapou de Kolanse e agora vive em uma fortaleza K’Chain Che’Malle, Ampelas Rooted, em Wastelands. Ela é a única humana lá. Embora ela negue qualquer habilidade extraordinária, a insana Matrona K’Chain, Gunth’an Acyl, decidiu que ela é sua Destruidora e a envia para procurar uma Espada Mortal e uma Bigorna de Escudo. Ela será acompanhada pelo herdeiro da Matrona, três Caçadores K’ell e um Assassino Shi’Gal.

Um fantasma segue sete viajantes briguentos por um terreno baldio; ou talvez haja apenas um errante …

… enquanto em outro lugar, Heboric Light Touch tem visões e suposições de que uma guerra final começou.

LIVRO UM: O MAR NÃO SONHA COM VOCÊ

Capítulo 1

Em Letheras, o adjunto Tavore planeja uma leitura do convés dos dragões. O Fiddler é localizado, não sem dificuldade, e comandado para ser o dealer, pois é um adepto do Deck. Outros também são obrigados a comparecer. O rei Tehol é informado da leitura de Bugg, e envia seu irmão, Brys Beddict, para alertar o adjunto sobre o perigo; no entanto, ela está determinada a ir em frente. Os magos e deuses locais estão cientes do evento iminente, e Errant, o Mestre das Telhas, decide penetrá-lo.

Sinn e Grub exploram a Casa Azath e descobrem o esqueleto de um Assalto Forkrul.

A ex-Acquitor Seren Pedac está grávida de seis meses do filho de Trull Sengar. Na noite da leitura, ela é visitada por Bugg, que a avisa do perigo: o Errante vai considerá-lo um desafio e pode atacar. Como o bebê herdou a posição de Cavaleiro das Sombras de seu pai, ele também pode ser um alvo. Bugg promete defendê-lo e convoca dois velhos deuses, Ursto e Pinosel, para ajudar.

Capítulo 2

A ruína de Silchas retorna ao Refugium e encontra Udinaas e Onrack T’emlava. Ele está preocupado com Rud Elalle, filho de Udinaas, que é parte Eleint; o Eleint está sujeito a fúrias incontroláveis ​​nas quais eles podem destruir tudo que está próximo a eles. Ele propõe levar Rud embora, em parte para ensiná-lo, mas também para a proteção do Refugium. Udinaas relutantemente concorda, e os dois Eleint mudam para a forma de dragão e partem.

Os Tronos de Guerra Perish estão navegando para Bolkando, onde algumas das forças do Elmo Cinzento desembarcarão e marcharão para o norte para se juntar a seus aliados Caçadores de Ossos e Khundryl. O jovem Shield Anvil, Tanakalian, encontra o velho Destriant, Run’Thurvian, prestes a morrer; com suas últimas palavras ele afirma que haveria uma traição, que seu voto foi um erro. Tanakalian não acredita nele. Os Perish negociam passagem segura por Bolkando.

No Second Maiden Fort em Lether, o coven das bruxas Shake tem conspirado para subverter o governo de sua rainha, Yan Tovis (Crepúsculo). Sem seu conhecimento, a Guarda, Yedan Derryg, a protege matando todas as bruxas, exceto duas. Twilight é forçado a bani-lo do Shake. Ela discute a situação com as duas bruxas restantes, que concordam que devem evacuar as ilhas por causa do rápido aumento do nível do mar.

Capítulo 3

Em Letheras, a leitura do baralho começa, apesar da relutância do Fiddler. Ela atraiu muito poder que transborda para a cidade: animais mortos são reanimados; dois dragões saíram de uma estalagem, destruindo-a; os dois velhos deuses que protegem o filho de Trull Sendar pegam fogo e parecem derreter.

Em vez de uma leitura normal, as cartas são distribuídas aos participantes. À medida que cada um atinge sua marca, o Fiddler o nomeia: Sinn torna-se ‘Virgem da Morte’, Quick Ben ‘Magus of Dark’, Brys ‘King of Life’ etc. Então Errant entra, esperando se tornar Mestre do Baralho, como já é dos Ladrilhos. No entanto, ele é enfrentado por Brys e Fiddler e vai embora. Ele espera por perto e embosca Brys, sufocando-o com feitiçaria, mas é interrompido por Ublala Pung que o deixa inconsciente.

Capítulo 4

O K’Chain Che’Malle e Kalyth partiram em sua busca por uma Espada Mortal e uma Bigorna de Escudo. Kalyth toma uma droga que a manda para o profético mundo dos sonhos de Elan. Enquanto ela está inconsciente, o acampamento deles é atacado por batedores do clã Barghast da Face Branca; o Assassino Shi’Gal não tem dificuldade em matá-los.

Onos Toolan, Chefe Guerreiro do Barghast, ainda está de luto pela morte de Toc Anaster. Os vários clãs Barghast estão inquietos; seu inimigo deveria ter sido o império Letherii, mas isso não existe mais. Alguns clãs estão desertando e Tool precisa encontrar um novo inimigo para eles com urgência.
O jovem Torrent é o último de seu povo, o Awl, e foi adotado pelo Gadra, um clã Barghast. Ele descobre os corpos dos batedores. De volta ao acampamento deles está o Grande Feiticeiro Cafal. Ele está lá para investigar a garota Setoc, que foi criada por lobos e permanece em comunicação mental com eles. Ele especula que ela é uma sacerdotisa do Deus e Deusa Lobo, o Senhor e Senhora do Trono da Besta.

A Snake, a multidão de crianças refugiadas de Kolanse continua a viajar lentamente para o oeste. A cada dia, mais crianças morrem.

Capítulo 5

Em Letheras, a Adjunta Tavore tem uma reunião com seus oficiais e Quick Ben. Ela diz a eles que os Caçadores de Ossos devem se preparar para viajar para o leste, através de Wasteland até Kolanse. Quick Ben explica que o Deus Aleijado está lá e que os outros deuses pretendem acorrentá-lo mais profundamente e drenar seu poder. O Assalto Forkrul também está envolvido e provavelmente está usando o sangue da população massacrada para criar um Portão para Ahkrast Korvalain, seu Warren.

Enquanto isso, Brys Beddict decide liderar uma seção do exército Letherii e escoltar os Caçadores de Ossos que partem através de Wasteland. Ublala Pung lembra que Karsa Orlong disse a ele para reunir todos os Tarthenal em um exército para Karsa liderar.

Enquanto isso, Bottle discute com seus companheiros magos de esquadrão como seus mandados foram enfraquecidos. Ele revela que Icarium fez um novo conjunto de Warren, talvez de seu próprio sangue; e que isso perturbou os antigos. A leitura do Fiddler forneceu energia extra a esses depósitos. Sinn e Grub voltam para a Casa Azath e conseguem entrar em um dos novos bairros.

Capítulo 6

Os Bolkando têm cercado as terras de Khundryl com fortes, e os mercadores de Bolkando estão cobrando demais e enganando os Khundryl. Em resposta, grupos de jovens Khundryl massacram mercadores e queimam os fortes. Warleader Gall percebe que isso precipitará a guerra, e o grande exército Bolkando marchará para atacá-los. Ele decide por um ataque preventivo à capital Bolkando.

Os Perish estão sendo escoltados por uma força suspeita de tropas Bolkando; a Espada Mortal, Krughava, suspeita que uma emboscada está sendo preparada nas passagens nas montanhas.

Yan Tovis se vê responsável por dez mil pessoas, uma mistura de seus súditos Shake e ex-prisioneiros das ilhas. Em breve, suas casas serão inundadas pela elevação do nível do mar. Eles têm pouca comida e nenhum local pode ajudar. Ela decide usar seu sangue real para abrir a Estrada de Gallan para a Costa Negra, a casa perdida de Shake.

Os fantasmas e os viajantes chegaram a um enorme edifício em forma de dragão. Eles percebem que era uma cidade e desejam entrar, em parte porque sentem que estão sendo seguidos, caçados. Eles encontram uma porta enterrada; ao entrar, descobrem os cadáveres de K’Chain Che’Malle, os construtores da cidade.

LIVRO DOIS: COMEDORES DE DIAMANTES E DE GEMAS

Capítulo 7

Errant visita dois outros Elder Gods aposentados, Sechul Lath (Knuckles) e Kilmandaros, na Torre Azath. Ele tenta persuadi-los a entrar no jogo novamente, para desafiar os novos deuses.

Os Bonehunters e as tropas Letherii de Brys Beddict realizam jogos de guerra.

Sandalath Drukorlat anuncia a Withal que é hora de eles deixarem Letheras. Ela decide visitar o Shake para questioná-los sobre suas lendas sobre seus ancestrais Tiste Andii. Eles partem, com os três nachts os seguindo.

Sinn e Grub exploram o novo warren, encontrando uma paisagem desértica contendo edifícios e vagões destruídos há muito tempo.

Capítulo 8

O K’Chain Che’Malle e Kalyth viajam mais rápido através de Wastelands; o Che’Malle sente que eles estão sendo seguidos por um inimigo poderoso. Eles param em um esqueleto de um dragão morto há muito tempo. De suas reações, Kalyth deduz que sua religião envolve a adoração de dragões.
O crânio do esqueleto foi perfurado por um dente otataral. Sag’Churok afirma sua crença de que não pode haver um único deus; deve haver pelo menos dois em oposição. Gunth Mach então mostra a Kalyth uma visão do dragão Otataral acorrentado; consideram que é o deus que se opõe aos seus.

O clã Gadra reage à morte inexplicada de seus batedores culpando os Akrynnai e pretendendo atacá-los. Cafal, o Grande Feiticeiro, com Torrent e Setoc, tentam partir por warren, mas se encontram em um mundo diferente. Setoc não consegue sentir nenhum lobo vivo; eles haviam sido caçados até a extinção há muito tempo. Enquanto Cafal prepara uma porta de entrada para casa, Setoc convoca os espíritos dos lobos; números enormes respondem e ajudam a ampliar o portal; todos eles então passam.

Os companheiros do fantasma exploram a cidade morta, encontrando máquinas e depósitos. O fantasma está se tornando menos amnésico; ele se lembra do nome da cidade: Kalse Rooted, uma fortaleza de fronteira.

Os Shake estão se preparando para tomar a Estrada de Gallan, forçados a se apressar por ex-prisioneiros rebeldes. Yan Tovis golpeia seus braços para que seu sangue real abra o caminho.

A Cobra, a multidão de crianças órfãs, entra no Deserto de Vidro.

Capítulo 9

A princesa Felash de Bolkando está em uma visita não oficial a Letheras para eliminar as redes de espionagem Bolkando rivais. Shurq Elalle concorda em transportá-la de volta para Bolkando em seu navio.

Os Caçadores de Ossos se preparam para partir para Kolanse.

Capítulo 10

Kalyth e o K’Chain Che’Malle veem uma imensa tempestade à distância. Ruídos parecidos com trovões sacodem repetidamente o solo.

Onas Toolan vê a tempestade distante e sente que ela acabou de passar e destruiu centenas de Barghast. Ele suspeita da causa, mas se recusa a revelá-lo à sua esposa Hetan. Ele sai com 100 guerreiros para investigar.

Cafal, Torrent, Setoc e os espíritos-lobo alcançam as Terras Ermas. Eles estão muito ao norte. Eles se separam, Cafal e Setoc voltam ao clã de Cafal.

Em Kalse Rooted, a presença dos viajantes foi detectada e um drone Che’Malle adormecido foi despertado.

Na Estrada de Gallan, Yan Tovis está enfraquecendo, sem sangue pela jornada, mas também pelas duas bruxas que estão usando o excesso para recuperar sua juventude. Ela desmaia e os Shake ficam presos na estrada. Yedan Derryg, o Vigia, vê que a terra ao redor deles é a dos Tiste Liosan, que saberá de sua chegada. Deixando as bruxas cuidarem de Yan Tovis, ele cavalga para evitar qualquer ataque. Ele encontra um Assalto Forkrul que diz que está julgando a terra. Eles lutam e o Assail morre. Chegam cinco Liosan. Yedan os mata. Yan Tovis se recupera o suficiente para continuar na estrada.

Capítulo 11

Errant e Sechul Lath discutem quais outros Elder Gods provavelmente tomarão parte no confronto futuro com os novos deuses. Sechal Lath desconsidera a maioria dos outros, mas diz que espera que Olar Ethil continue sem se envolver. Os dois mais Kilmandaros partem da Torre Azath por um portão.

O fantasma do Old Hunch Arbat guia Ublala Pung por um cemitério abandonado até o túmulo de um antigo herói Tarthenal. Tudo o que resta de seu conteúdo é uma armadura em escala de dragão e uma enorme maça. Ublala os escava e veste a armadura.

O rei Tehol convoca o adjunto Tavore para lhe fazer um presente de despedida. Ceda Bugg a presenteia com uma faca, dizendo-lhe para reservá-la para suas necessidades mais urgentes.

Capítulo 12

Os Barghast têm invadido caravanas de Akrynnai. Em retaliação, o exército Akrynnai ataca o acampamento de Barghast. Em outro lugar, outra batalha está sendo travada entre os dois lados, quando o campo de batalha é devastado pelo que parece ser uma tempestade, mas que traz ondas terrestres; todos estão sobrecarregados.

Onos Toolan, escoltado por apenas cem guerreiros, está investigando a destruição de um acampamento Barghast. Um clã rival os descobre e ataca. Tool percebe o que vai acontecer e se suicida para salvar seus companheiros do massacre.

Torrent conhece Olar Ethil, que está na forma de um T’lan Imass. Ela está irritada porque Onos Toolan morreu e sugere que ela fará algo a respeito. Ela diz que Toc Anaster intercedeu com ela em nome de Torrent, e assim o ajuda.

Yan Tovis continua a liderar seu povo na estrada. Eles finalmente alcançam seu fim e se encontram em Kharkanas, que está deserto.

LIVRO TRÊS: SOMENTE A POEIRA

Capítulo 13

DançaráSilchas Ruin discute a ascendência de Rud Elalle e o futuro com ele. Ele diz que o nome verdadeiro de Rud é Ryadd Eleis, ‘Mãos de Fogo’. Ele diz que o levará para encontrar Korabas, o dragão otataral.

Sandalath Drukorlat, Withal e os Nachts viajaram pelo labirinto de Rashan até a costa, mas os Shake já partiram na Estrada de Gallan. Eles seguem e são imediatamente atacados por um Assalto Forkrul. Os Nachts se transformam em demônios Venath e matam Forkrul.

Kalyth está se tornando mais um Destriant. Ela tem uma visão dos sonhos de Whiskeyjack e Bridgeburners. Ele explica que eles assumiram o papel de Guardião do Portão da Morte de Hood. No dia seguinte, os K’Chain Che’Malle são perseguidos por uma casta de K’Chain Nah’ruk, seu pior inimigo. Dois dos Caçadores Kell são mortos. Kalyth convoca os Bridgeburners para ajudá-los, mas obtém alguns Jaghut mortos-vivos que matam seus perseguidores.

Sinn e Grub continuam a viajar pelo labirinto. Sinn discute sua origem; ela sugere que ambos são diferentes, que as experiências de Cadeia de Cães de Grub, e de Sinn em Y’Ghatan, de alguma forma os recriaram.

Os companheiros do fantasma estão explorando a fortaleza K’Chain Che’Malle. O drone recém-acordado, Sulkit, vem ao encontro deles. Surpreendentemente, ele pode sentir o fantasma. O fantasma está recuperando suas memórias, que são de crueldade e matança; ele havia matado até sua própria esposa.

Capítulo 14

A invasão de Khundryl encontra os defensores de Bolkando perto da capital. Enquanto eles estão derrotando as forças que tentam cercá-los, Warleader Gall se encontra com a Rainha Abrastal, que comanda as tropas Bolkando. A Rainha concorda com as exigências de Khundryl de restituição e decide acompanhar seu exército pelos Ermos.

Os Perish também estão marchando e facilmente ultrapassam sua escolta Bolkando mal equipada.

Capítulo 15

Onos Toolan está morto. Ele tem uma visão de um passado alternativo onde o Ritual de Tellann não aconteceu; em vez disso, os Imass diminuem e morrem. Ele então encontra Toc Anaster, também morto, que lhe nega a entrada pelo Portão de Hood. Embora Toc seja o Arauto da Morte, ele o faz sob o comando de Olar Ethil.

Torrent acorda de um sonho de Toc. Olar Ethil diz a ele que ela o deixará por um tempo. Ela também afirma ser um Deus Ancião, conhecido por muitos nomes, incluindo Eran’ishal e Burn.

Os Akrynnai venceram a maioria dos clãs White Face Barghast. Cetro Irkullas, seu líder, vê o campo de batalha e os cadáveres destruídos pela tempestade arcana e decide tentar fazer as pazes com o Barghast.

A notícia da morte de Onos Toolan chega ao acampamento Barghast e desencadeia uma noite de loucura. Líderes aspirantes matam seus rivais. A esposa de Tool, Hetan, é amarrada e estuprada. Seus filhos são agredidos e teriam morrido se não fosse a intervenção de Toc Anaster que mata seu agressor. Ele leva as crianças para o santuário em Setoc.

Em Wastelands, Onos T’oolan novamente se torna um T’lan Imass.

Capítulo 16

Errastas (o Errante) convocou os Deuses Anciões para uma reunião em um mundo antigo e morto. Ele veio com Sechul Lath e Kilmandaros; eventualmente Olar Ethil e Mael chegam também. Eles estão infelizes, considerando o encontro prematuro. Eles avisam Errastas que coisas estão acontecendo sobre as quais ele não tem consciência e que ele não pode controlar. Errastas também fica sabendo que Sechul e Kilmandaros têm planos. A reunião termina, Errastas saindo com Sechul e Kilmandaros.

Os Caçadores de Ossos e sua escolta Letherii estão a caminho de D’rhasilhani, primeiro a pé, depois de barcaça.

Capítulo 17

Em Wastelands, uma série de T’lan Imass há muito ‘mortos’ retornam inesperadamente à não-vida. Eles acreditam que foram convocados pela Primeira Espada, Onos T’oolan.

Toc Anaster carrega os filhos de Tool em seu cavalo morto-vivo, acompanhado por Setoc. Eles chegam a um monte. Toc vai caçar e mata um antílope. Enquanto ele está massacrando, ele é repentinamente cercado pelos 14 mortos-vivos Jaghurt. Eles conversam e Toc menciona o recém-chegado T’lan Imass.
Enquanto Toc está fora, o menino convocou um morto-vivo Ay. Toc retorna e reconhece o Ay como o fantasma de Baaljagg.

Os clãs Barghast restantes se fundiram em um exército, que é perseguido pelo exército Akrynnai. Amanhã eles se encontrarão.
Atrás do Barghast está Cafal, que combinou com Bakal que Hetan fosse retirado do acampamento e trazido a ele; ele vai levá-la embora e espera curá-la. O plano falha: Cafal e Bakal são mortos e Hetan vaga sozinho para morrer.

Capítulo 18

Em Kharkanas, Yan Tovis e Yedan Derryg entram na Cidadela, seu centro de poder; a passagem dos anos não foi gentil com isso. Eles discutem se o Shake deve tentar viver na cidade ou ir para a vizinha First Shore. Lá fora, eles encontram as duas bruxas Shake inconscientes por alguma força externa.
Eles cavalgam para investigar a costa. Quando eles chegam, eles descobrem que é a fronteira entre o reino das Trevas e um mar de luz. A praia em si é composta por fragmentos de ossos que datam da queda de Kharkanas. Yan e Yedan trocam conhecimentos anteriormente conhecidos separadamente pelas Rainhas e pela Patrulha. A queda e a partida daqueles que se tornaram o Tremor foi causada quando a Mãe das Trevas se afastou, e o Pai Light também. Gallan foi um mago que criou a Estrada como uma rota de fuga; o êxodo foi ordenado pela Ruína de Silchas quando quase todos os Tiste Andii foram mortos.

Sandalath e Withal continuaram ao longo da Estrada para Kharkanas. Na chegada, Sandalath primeiro fica sobrecarregado e desmaia. Ela logo se recupera e explica que a Mãe das Trevas voltou para a cidade.

Em Kalse Rooted, os viajantes estão se lembrando mais de suas vidas anteriores. Mas o caçador que os viajantes temiam chegou; é Taralack Veed. Ele encontra Nappett primeiro e o mata; depois outros. Restam três, juntos na câmara da Matrona, onde Sulkit construiu um enorme trono. Veed chega e mata Rautos. Ele então diz a Breath e Taxilian que o fantasma é Icarium Lifestealer. Então parece ao fantasma que Veed e os outros desaparecem um por um, absorvidos por ele. Ele percebe que o trono é uma máquina que ele projetou. Ele se senta nele.

Os exércitos Barghast e Akrynnai se enfrentam e estão prestes a se enfrentar, quando o Senan, o antigo clã de Onos Toolan, vira e deixa o campo. A batalha começa sem eles. À medida que se aproxima de sua conclusão, outra tempestade misteriosa chega, matando todos os envolvidos com o gelo. A escuridão aumenta; dele sai uma figura: Draconus.

LIVRO QUATRO:O CAMINHO PARA SEMPRE CAMINHADO

Capítulo 19

Errastas, Sechul Lath e Kilmandaros são brevemente derrubados pela chegada barulhenta de Draconus. Ao se recuperar, eles percebem que a liberação de Draconus de Dragnipur implica que Anomander Rake está morto. Errastas e Sechul partem para investigar. Mael então chega e discute a situação com Kilmandaros. Ele sugere que Draconus deseja precipitar uma crise que finalmente resolverá a situação com o Deus Aleijado.

A Cobra se aproxima de uma cidade de cristal. Badalle suspeita, corretamente, que um dos filhos, Breyderal, é um Desistente disfarçado.

Dos doze Adjudicadores e Inquisidores de Assalto Forkrul que partiram para seguir a Cobra, apenas quatro sobreviveram e estão em más condições; a fome e as doenças que mataram tantas crianças também as afetaram. Eles veem a cidade que não podem entrar, então tentam matar as crianças antes que elas cheguem, usando o poder da voz. Badelle consegue voltar seu poder contra eles, e eles recuam.

Onos T’oolan encontra mil T’lan Imass. Eles originalmente acreditaram que ele era o invocador, mas agora perceberam que ele não era. Ele os avisa que está procurando Olar Ethil para confrontá-la como sendo a causa de sua ressurreição. Apesar disso, eles desejam segui-lo.

Os Adeptos dos Caçadores de Ossos estão gradualmente se recuperando do retorno repentino de Draconus. Quick Ben está particularmente preocupado; Draconus está tentando entrar em contato com ele.

Ublala Pung encontra Draconus. Eles viajam juntos para o leste.

Capítulo 20

A Silchas Ruin levou Ryadd Eleis (Rud Elalle) para encontrar Olar Ethil, que está com Torrent. Enquanto eles aguardam sua chegada, ele continua ensinando Ryadd. Quando isso ocorre, o encontro não é amigável e termina quando Olar dá a Silchas a notícia da morte de seu irmão.

Setoc e as crianças continuam para o leste através de Wastelands. Eles encontram os destroços de uma carruagem Trygalle que havia sido atacada pelo assassino K’Chain Che’Malle; três de seus passageiros foram mortos, outros feridos. Dois dos sobreviventes são Gruntle e Mappo Runt.

Capítulo 21

Sandalath e Withal entram em Kharkanas; seu ambiente é permeado pela presença da Mãe das Trevas, lamentando a morte de seu filho favorito. Yedan Derryg encontrou uma espada Hust, uma vez quebrada e abandonada, agora curada. Ele e Yan Tovis voltam para Kharkanas.

Errastas, Sechul Lath e Kilmandaros vão ver o Dragão Otavaral.

Conforme Olar Ethil e Torrent se aproximam de uma torre K’Chain, eles se juntam aos dois mortos-vivos Eleint, Curdle e Telorast. Forçados a explicar sua natureza, eles dizem que foram condenados por milênios em Kurald Emurlahn, uma punição por tentar ganhar o Trono das Sombras. Eles descobriram que só podiam escapar possuindo suas minúsculas formas esqueléticas atuais. Torrent diz que tentará libertá-los se concordarem em protegê-lo.

O navio de Shurq Elalle está transportando a Princesa Felash em direção a Kolanse. A serva de Felash é uma adepta e pode sentir que os perigos cercam a Rainha Abrastal nos Ermos. A única esperança de avisá-la é convocar Mael, o que colocará o navio em perigo. Eles fazem isso; Shurq vê uma tempestade se aproximando.

Capítulo 22

Os filhos da Cobra entraram na Cidade de Cristal e encontraram água e comida. Badelle caça Breyderal; quando ela a encontra, ela usa seu novo poder de comando para expulsá-la da cidade. Enquanto isso, Saddic tem explorado cavernas de cristal sob a cidade, cujas paredes de alguma forma mantêm registros visuais dos habitantes originais: eles eram Jaghut e a cidade se chamava Icarias. Eles foram mortos por K’Chain Che’Malle.

O acampamento do Caçador de ossos acorda para descobrir que Gesler e Stormy estão desaparecidos; eles foram extraídos de sua tenda, as únicas pistas sendo cortes na tela e um cheiro de Che’Malle. Quick Ben adivinha que um assassino Shi’gal é o responsável.

Gesler e Stormy acordam, sozinhos além de Kalyth. Ela explica que ela é Destriant para o K’Chain Che’Malle, e eles serão sua Espada Mortal e Bigorna Escudo.

Capítulo 23

O aviso da princesa Felash é recebido pela rainha Abrastal. Ela conta aos líderes dos outros exércitos e eles aumentam sua velocidade em direção aos Caçadores de Ossos.

Os Caçadores de Ossos e sua escolta Letherii veem o que parece ser uma tempestade de poeira. À medida que se aproxima, eles percebem que é um exército de K’Chain; não Che’Malle, mas seus inimigos, os K’Chain Nah’ruk. Os exércitos se chocam e há grande matança, principalmente de Caçadores de Ossos.

Capítulo 24

Kalyth e seus companheiros voltaram para a fortaleza Ampela, mas descobrem que agora ela está desenraizado, voando, uma fortaleza do céu como Moon’s Spawn. A Matrona conseguiu gerar um grande exército, mas os dois assassinos Shi’gal que permaneceram no ninho se rebelaram; eles destruíram o cérebro da Matrona, embora ela ainda viva.

Onos T’oolan, ainda culpando o clã Senan pela perda de sua família, leva os T’lan Imass ao acampamento e mata todos eles.

O exército Che’Malle não espera para ser atacado, mas avança em direção aos Nah’ruk, liderados por Gesler e Stormy. Quando os exércitos se encontram, um labirinto se abre acima deles; Nah’ruk Sky-Keep emergem e atacam a fortaleza voadora Ampela.

Os Nah’ruk restante continua atacando ambos os exércitos indiscriminadamente; em seguida, outra grande fortaleza chega, a Kalse Sky-Keep.

Icarium sentiu a destruição da fortaleza Ampela.

Ele ataca as fortalezas Nah’ruk, mas mais fortealezas estão chegands. Os fantasmas constituintes de Icarium o avisam que ele deve bloquear o Portão que leva ao mundo dos Nah’ruk..

Feather Witch fornece o olho Errant que Icarium usa como a semente de um Azath. A fortaleza Kalse entra no Portão onde é engolfado pelo Azath; o portão está selado.

Restam quatro fortalezas Nah’ruk. De repente, eles são cobertos por fogo feiticeiro e explodem; Sinn e Grub emergiram de seu labirinto.

FIM

COMPRE NA AMAZON

Malazan Book of the Fallen #9 | Dust of Dreams https://tinyurl.com/y5mncfj4


IMAGENS DA SAGA MALAZAN

 


CONHEÇA O CENÁRIO LEGIÃO – A ERA DA DESOLAÇÃO RPG

Meu Cenário de Campanha para jogos de Fantasia Medieval Sombria e Brutal, escrito em conjunto com Antônio Sá Neto!

Legiao

Conheça mais sobre LEGIÃO no link abaixo: https://newtonrocha.wordpress.com/legiao/

COMPRE o meu livro LEGIÃO – A Era da Desolação – Cenário de Fantasia Medieval Sombria para jogos de RPG (e cenário do meu Romance Marca da Caveira – Trilogia Legião Volume 1) – Prêmio Melhor Suplemento de RPG Nacional 2019 nesse link: http://tinyurl.com/y4sz2psg

Legiao

NITROCAST – Podcast de DICAS DE RPG e SESSÕES DE RPG GRAVADAS!

ESCRITACAST – Podcast de Dicas para Escritores, com Carlos Rocha

NEWTON NITRO SITES

NITROBLOG YOUTUBE – Resenhas,Dicas de RPG e Dicas para Escritores:: https://www.youtube.com/user/newtonrocha

NITRODUNGEON RPG BLOG: Dicas de RPG, Aventuras, e Sistemas de RPG para Download https://newtonrocha.wordpress.com/

NITROBLOG: Resenhas Literárias, Dicas para Escritores, Contos e Livros para Download, Leitura Crítica https://tionitroblog.wordpress.com/

NEWTON NITRO INSTAGRAM: Dicas de RPG e para Escritores https://www.instagram.com/newtonnitro/

NEWTON NITRO TWITTER: Dicas de RPG e Dicas para Escritores https://twitter.com/tionitro

NITROCAST: Dicas de RPG e Dicas para Escritores: https://nitrocastpodcast.wordpress.com/

NITROCAST INTERNET ARCHIVE: Site com TODOS as NitroSessions, NitroCasts e Nitroblogs para baixar! https://archive.org/details/nitrocast

CONTATO prof.newtonrocha@gmail.com


CURSO MELHORE SEU INGLÊS – Teacher Érika e Teacher Newton

FAZEMOS VOCÊ FALAR INGLÊS EM TEMPO RECORDE!

Aulas de Inglês PERSONALIZADAS e INDIVIDUAIS por Skype ou WHATSAPP!

FAÇA UMA AULA EXPERIMENTAL GRATUITA CONTATO prof.newtonrocha@gmail.com ou no whatsapp (31) 9143-7388.


PREÇOS ACESSÍVEIS!

CARTAO FINAL

As recomendações e depoimentos de vários dos nossos alunos podem serem lidos nesse link: https://goo.gl/6vreb2


Conheça e se inscreva nos nos canais do MELHORE SEU INGLÊS – ÉRIKA E NEWTON para DICAS DIÁRIAS E VIDEO AULAS DE INGLÊS!

► Youtube: http://www.youtube.com/c/erikaenewtoninglesporskypebh

► Melhore Seu Inglês BLOG: https://melhoreseuingles.wordpress.com/

► Facebook: https://www.facebook.com/erikaenewton

► Instagram: https://www.instagram.com/melhoreseuingles

► Melhore Seu Inglês Podcast: https://melhoreseuinglespodcast.wordpress.com

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s