Resenha do KULT – DIVINITY LOST RPG! | Horror Extremo Contemporâneo EMPODERADO PELO APOCALYPSE! | NITRODUNGEON #pbta

Kult – Divinity Lost RPG | 384 pgs, Modiphus (2018), lido de 23.11.19 a 01.12.19 | NITROLEITURAS #rpg #horror | Nota 5 em 5 | Medalha DOIDIMAIS do Tio Nitro!⁣



KULT: Divinity Lost é o reboot do aclamado e famoso jogo de terror contemporâneo Kult, um dos meus jogos de RPG favoritos! Tenho a famosa segunda edição, que consulto sempre para me inspirar, e endoidei o cabeção quando saiu essa nova edição.⁣

E o mais DOIDIMAIS, é um jogo EMPODERADO PELO APOCALYPSE! ⁣

Kult é um RPG com os temas mais extremos de malevolência, sexo, violência, morte, abuso e denigração que você puder imaginar, e precisa do consentimento dos Jogadores para ser jogado. Isso só favorece a escolha da Apocalypse Engine para o jogo, pois tudo que acontece na Ficção do Jogo precisa ser confirmado pelos Jogadores, através do mecanismo dos Movimentos.

SINOPSE

KULT: Divinity Lost é a nova e reestruturada versão do altamente aclamado e infame jogo de terror contemporâneo Kult, lançado originalmente em 1991. Esta versão de aniversário do jogo apresenta um conjunto de regras completamente novo, e o cenário é atualizado até os dias atuais. . Fuja dos seus pesadelos, faça pechinchas com demônios e tente permanecer vivo em um mundo cheio de dor, tortura e morte.

Em KULT: Divinity Lost, o mundo ao nosso redor é uma mentira. A humanidade está presa em uma ilusão. Não vemos as grandes cidadelas de Metropolis elevando-se sobre nossos arranha-céus mais altos. Não ouvimos os gritos do porão esquecido, onde escadas escondidas nos levam ao inferno. Não sentimos o cheiro do sangue e da carne queimada daqueles sacrificados a deuses esquecidos há muito tempo. Mas alguns de nós vêem vislumbres além do véu. Temos a estranha sensação de que algo não está certo – as divagações de um louco no metrô parecem transmitir uma mensagem oculta e, ao pensar nisso, nosso vizinho recluso não parece ser completamente humano quando passamos no corredor . Descobrindo lentamente a verdade sobre nossa prisão, nossos captores e nosso passado oculto, podemos finalmente acordar de nosso sono induzido e assumir o controle de nosso destino.

RESENHA

O jogo foi financiado em um Kickstarter, e conta ocm uma “Black Edition” apresenta uma capa de PANO totalmente preta com o nome KULT em vermelho sangue. Quem me dera ter grana para uma obra de arte dessas!

Kult é um jogo ADULTO que trabalha com temas maduros, horror psicológico e corporal, incluindo violência, temas sexuais e linguagem forte. É um jogo recomendado para grupos mais experientes, e necessita que TODOS da mesa saibam do tipo de conteúdo que pode surgir e que conversem com o Mestre e com os demais jogadores que tópicos, temas, e cenas eles gostariam ou não gostaria que fizessem parte da fiçcão do jogo.

Originalmente criado em 1991, Kult é um jogo de role-playing de terror contemporâneo, originalmente projetado por Gunilla Jonsson e Michael Petersén, publicado pela primeira vez na Suécia por Äventyrsspel (posteriormente Target Games). A primeira edição em inglês foi publicada em 1993 pela Metropolis Ltd, e eu tenho a Segunda Edição, que não vendo por nada que venha do Elysium (o nome em Kult para o nosso mundo).

O cenário padrão de Kult são as cidades maiores da vida real; jogadores assumindo o papel de protagonistas contemporâneos de vários gêneros, como investigadores particulares e femme fatales, vigilantes e traficantes de drogas, artistas e jornalistas ou agentes secretos e cientistas loucos.

Entretanto, a premissa de Kult, é que a nossa realidade é uma “ilusão” mantida unida por todos os tipos de crenças humanas monoteístas, politeístas, materialistas, crença na ciência, etc.

Quando essa ilusão é quebrada, revela-se um cenário horrendo, as dimensões diversas que representam as facetas mais REAIS da realidade.

Essa ilusão foi criada pelo Demiurgo para manter a humanidade prisioneira e impedir a humanidade de recuperar a divindade que já teve. Na ausência deste Demiurgo, forças sinistras conspiram para nos impedir de perceber a verdade, ou mesmo mergulhar o mundo em uma guerra apocalíptica para restaurar a humanidade.

A maioria das histórias começam com os personagens principais subitamente despertados de seu sono na ILUSÃO, e, apesar de tudo que pensavam que sabiam, percebem que suas vidas eram uma mentira. À medida que a realidade que esses personagens cuidadosamente constroem em torno de si se desfaz, peça por peça, eles começam a vislumbrar um mundo mais sombrio à espreita por trás das rachaduras na argamassa do que chamamos mundo.

Os personagens enfrentarão horrores impensáveis. Aqueles que não perecem são mudados irrevogavelmente. Eles fazem pactos com entidades sinistras para iludir forças ainda mais sombrias, vislumbram a Verdade que torna suas vidas passadas sem sentido e experimentam a doçura da vitória e seu sabor podre.

A criação de personagens começa com uma escolha de 25 Arquétipos, que são baseados em TROPOS (convenções narrativas) comuns do gênero do Horror Contemporâneo.

Vinte Arquétipos são de Despertos, que conhecem a realidade, os coitados que irão sofrer com o que existe além da Ilusão.

Quatro são Iluminados (a Abominação, o Mago da Morte, o Discípulo, o Reverendo), com uma compreensão avançada da realidade e poderes desbloqueados. Isso exige histórias e desafios diferentes. Estes são seres superpoderosos, que podem enfrentar frente-a-frente as criaturas que existem para além da Ilusão.

Um arquétipo (o Adormecido) é especial e só pode ser jogado após a aprovação de um mestre, vendo o quão perturbador pode ser para o jogo. Este personagem ainda não teve nenhuma experiência com o que está além da Ilusão.

Além desses Arquétipos, variando em muito dos demais jogos PBTAs, são fornecidas regras para os jogadores criarem seus próprios arquétipos.

É interessante como o jogo adaptou os conceitos originais do Kult para a Apocalypse Engine, dividindo-os em Movimentos, dos quais gostei particularmente dos Movimentos de Desvantagens, que já estou adaptando para o sistema 2d6World!

O livro é dividido em três Tomos, com o primeiro focado nos Jogadores, o segundo no Mestre e o terceiro no Cenário.

A mecânica é a mesma dos jogos Powered by the Apocalypse, com algumas diferenças como o uso de dois dados d20 ao invés de dois dados de 6 faces (a única coisa que não gostei), e mudanças nas partes onde o Mestre determina as consequências nos Movimentos, dando mais controle narrativo por causa da agenda criativa de Horror do jogo.

Na Agenda Criativa de Horror, o Mestre tem que ter mais controle para realmente assustar os Jogadores, um dos objetivos de jogos narrativistas de horror.

Para sumarizar Kult, imagine um RPG inspirado nos filmes de Clive Barker (Hellraiser, Nightbreed) e David Cronemberg (Videodrome, A Mosca). Misture com uma boa dose de Caoísmo, Telema, de Gnosis, Cabala, Mitologia Cristã, Paganismo, Budismo e Advaita, e da literatura de horror contemporâneo mais extrema. E você tem Kult!⁣

Os temas foram melhor explorados e atualizados, muito bem escritos e até mesmo aterrorizntes, pois passa a sensação que as entidades sombrias da mitologia de Kult podem realmente existir, dado ao atual estado caótico da humanidade.⁣

A PARTE GRÁFICA DO LIVRO É MARAVILHOSA! É um dos livros de RPG mais bonitos que já vi na vida, véio, e olha que já vi coisa para caray! :D⁣

O sistema é derivado do Apocalypse Engine que deixa o jogo com foco totalmente Narrativo (bem diferente do foco mais simulacionista das versões anteriores), o que facilita Ficções de Jogo (a narrativa coletivamente criada pelo Mestre e seus Jogadores) mais dramáticas e complexas.

Kult agora incorpora mecânicas para a segurança de mestres e jogadores, pois o conentimento de todos é muito importante para jogar um cenário tão sombrio e extremo quanto Kult.⁣

AMEI a mecânica dos Movimentos de Desvantagens e dos Dark Secrets, que já incorporei no Sistema de Regras Customizáveis #2d6world para fazer parte da caixa de ferramentas de Mestres e Criadores de Jogos. ⁣

Recomendadíssmo para todos que curtem RPG de horror e obrigatório para Empoderados e Fiéis da Igreja do Apocalypse!

Newton Nitro

07/12/19


IMAGENS DO LIVRO

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s