Revising Fiction: A Handbook for Writers – David Madden | 185 dicas práticas para Revisar uma História! | NITROLEITURAS #resenha

Fiquei cozinhando a leitura desse livro por muito tempo, e depois da maratona das leituras da fantástica Letícia Wierzchowski, encarei de vez o Revising Fiction, do David Madden, que é simplismente o MELHOR LIVRO DE REVISÃO DE FICÇÃO que já li na vida!

Revising Fiction: A Handbook for Writers – David Madden | 336 páginas, Plume, 1988 | Lido de 03.11.16 à 6.11.16 

91yy0zm072l

SINOPSE

Revising Fiction fornece 185 sugestões práticas de como você pode melhorar o seu livro. Em suas páginas você irá encontrar

  • As quatro etapas da escrita
  • O “antes” e o “depois” da ficção de Virginia Woolf, de F. Scott Fitzgerald, de William Faulkner, de Eudora Welty, e de muitos outros mestres da literatura.
  • Exemplos específicos e sugestões para cada aspecto da escrita
  • As questões técnicas que cada escritor deve perguntar quando ele ou ela revisa e reescreve seu próprio texto.
  • Uma lista de verificação abrangente dos problemas narrativos e como lidar com eles.
  • Um conto completo que demonstra mais de trinta técnicas importantes para a revisão e que estão disponíveis para qualquer escritor

RESENHA

Um dos melhores guias de sugestões e orientações para escritores que já encontrei. O “Revising Fiction” é um livro mais avançado do que os que normalmente encontro disponíveis, pega mais fundo nas questões técnicas da narrativa, e usa como exemplo, só peso-pesado da literatura americana e inglesa.

É um livro que mudou totalmente a minha visão da reescrita. Eu já havia notado na prática, que o que realmente importa ao escrever é a reescrita. Mas por muito tempo, nunca tinha compreendido que reescrever ou revisar é RE-ENVISIONAR, ou seja, rever o texto com outros olhos.

Sempre achei que a edição de um texto era um ato mais racional, mas o  “Revising Fiction” mostra como a imaginação e o ato de criação entram na edição, revisão e reescrita. E sabendo disso, tendo consciência disso, hoje eu curto a reescrita até mais do que a primeira versão dos meus textos narrativos!

“Revising Fiction” mostra que escrever é um eterno aprender. É muito legal ver o processo de revisão de escritores como Virgínia Woolf, Hemingway, Fitzgerald entre muitos outros, ver que, mesmo esses gênios, sofrem, cometem erros, reescrevem eternamente seus escritos, buscando sempre a melhor fora do texto expressar suas visões.

Recomendo fortemente esse livro, entrou na minha bibliografia básica e usarei-o para o meu futuro guia para escritores iniciantes, que estou escrevendo entre os intervalos do meu massivo e monstruoso romance o MARCA DA CAVEIRA.

O livro é dividido em capítulos separados por perguntas que todo escritor deveria fazer quando está em seu processo de revisão e reescrita.

Coloquei algumas dessas perguntas abaixo, só para vocês terem uma ideia:

Introdução: Revisão é um ato da imaginação Técnico
1 -Quais São as fontes de idéias
2 -O que acontece na primeira versão.
3 -Qual é o papel da imaginação na revisão
4 -Quais são os Estágios um escritor atravessa no seu domínio de Revisão?

I. PONTO DE VISTA NARRATIVO

1. Considerando a experiência que você quer que o leitor tenha com sua história, você usou um ponto de vista que é ineficaz?

2. Se você usou o ponto de vista onisciente, você já percebeu e desenvolveu todas as suas potencialidades?

3. Se você usou o ponto de primeira pessoa de vista, você já percebeu e desenvolveu todas as suas potencialidades?

4. Se você usou o ponto de vista de terceira pessoa fechada, você já percebeu e desenvolveu todas as suas potencialidades.

5. Você usou a técnica do monólogo interior de maneira eficaz?

6. Você usou a técnica do fluxo de consciência de maneira eficaz?

7. Quais são os efeitos negativos no estilo da técnica de ponto de vista que você empregadas na primeira versão?

8. Você conhece outras técnicas de ponto-de-vista narrativo e seus possíveis efeitos sobre o leitor?

9. Você misturou vários pontos de vista de uma vez inadivertidamente?

10. Você ainda não alcançou a distância adequada entre você e seu material?

11. Você deixou  seus próprios preconceitos ou julgamentos se intrometerem na narrativa?

12. Existem inconsistências na sua utilização do ponto de vista narrativo?

13. O ponto de vista narrativo que você usou expressa um aspecto importante da experiência que você está narrando?

II. ESTILO

14. O seu estilo evoluiu a partir do ponto de vista narrativo para esta história?

15. Considerando a sua concepção geral, o seu estilo é a simples ou complexo?

16. Você desenvolveu o seu estilo, linha por linha?

17. O seu estilo passa um senso de imediatismo?

18. O seu estilo trabalha sobre todos os sentidos do leitor?

19. O seu estilo está de acordo com a história?

20. O seu estilo é mais literal ou mais sugestivo?

21. Você NARRA  a seu leitor quando MOSTRAR seria mais eficaz?

22. Você usa a técnica narrativa da implicação?

23. Você você não consegue usar a técnica narrativa da implicação?

24. Você transformou os verbos em voz passiva para voz ativa dando mais dramaticidade para a sua história?

25. O seu estilo passa um senso de imediatismo na narrativa?

26. Você está usando a técnica do contraste em sua caracterização de personagem?

27. Você está usando a repetição como um dispositivo para dar ênfase?

28. Você está usando as técnicas de reversão em suas frases para surpeender o leitor?

29. Suas frases estão monótonas por falta de artifícios retóricos como paralelismo?

30. Você teve cuidado em usar os apostos e vocativos?

31. Você não conseguem usar o dispositivo pergunta onde ele pode ser eficaz?

32. Você criou frases ineficazes que pode ser refinado em frases-chave?

33. O seu estilo está  sobrecarregado com frases inadequadamente formais?

34. Você não conseguiu fazer cada frase (ou fragmento de frase) uma unidade cuidadosamente trabalhada?

35. Você negligenciou jogar frases curtas e longas sentenças umas ao lado da outra, e variar o comprimento dos parágrafos para atingir o ritmo?

36. É o seu estilo sobrecarregado com palavras vazias e frases?

37. O seu estilo usa e abusa de clichês?

38. Você trabalha com  jogo de palavras?

39. Sua sintaxe é estranha ou contorcida?

40. Você usou adjetivos e advérbios indiscriminadamente?

41. Você usa muitos pronomes vagos?

42. Você usa muitas conjunções mecânicas ou conectivos pobres?

etc.

III. PERSONAGENS

63. Seus personagens estão bem construídos?

66. Você precisa combinar duas ou mais personagens em um?

71. Você deu os seus leitores a impressão errada sobre qualquer um dos seus personagens?

IV. NARRATIVA

73. Você inadvertidamente, criou situações clichês?

75. Você já apresentou a linha narrativa mecanicamente?

81. Há passagens de diálogo longas que devem ser compactados um sumário narrativo?

92. Você de alguma forma atenuou o impacto do clímax?

V. DIÁLOGO

98. Existe uma desproporção entre os elementos da narrativa, de diálogo, descrição?

99. Você não conseguiu fazer de diálogo executar funções secundárias?

101. O seu diálogo abusa do dialeto, gírias ou expressões coloquiais?

VI. DESCRIÇÃO

108. Você dedica muito espaço para a criação do ambiente?

109. São as suas descrições de personagens, configuração e objetos sem relação à uma concepção?

111. Você tem negligenciou apresentar a descrição indiretamente?

VII. DISPOSITIVOS

127. Você tem negligenciado a imaginar usos para o dispositivo de antecipação?

129. Você não conseguiu imaginar uma utilização eficaz para o dispositivo de reversão?

153. Você já perdeu lugares onde você pode cultivar uma ambiguidade expressiva que é apropriado para a concepção geral?

VIII. CONSIDERAÇÕES GERAIS

157. Você simplesmente utilizar dispositivos mecânicos ou é técnica de um agente de descoberta narrativa?

168. Você limita sua imaginação de alguma forma?

183. Você subestima ou super-estima o seu leitor, criando confusão?


RECOMENDO PARA QUEM CURTE:

Livros de dicas e sugestões para escritores.

Quem quer se apaixonar pelo processo de revisão.

Quem quer melhorar e MUITO suas técnicas narrativas!

ONDE COMPRAR

Amazon

Revising Fiction: A Handbook for Writers by David Madden
Revising Fiction: A Handbook for Writers
by David Madden
Link: https://amzn.com/0452264146

Érika & Newton – Inglês por Skype
Faça uma AULA EXPERIMENTAL GRATUITA!
Aulas TODOS OS DIAS, de 7 às 23 horas!

Visite o nosso Blog Melhore Seu Inglês:
https://melhoreseuingles.wordpress.com/

Curta Nossa página no Facebook:
https://goo.gl/qcPQUK

Nosso Canal no Youtube – Melhore Seu Inglês:
https://goo.gl/KYns5i


CONTATO

Newton Rocha | Professor de Inglês – Aulas por Skype
WhatsApp: 9143-7388 | Skype: prof.newtonrocha@gmail.com
LinkedIin: https://goo.gl/7rajxF


Érika de Pádua | Professora de Inglês – Aulas por Skype
WhatsApp: (31) 9223-5540 | Skype: erikadepadua@gmail.com
Linkedin: https://goo.gl/2c6QIb


erika-e-newton-ingles-por-skype
FACEBOOK

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s