Penny Dreadful, o teatro filosófico de A Língua em Pedaços e muita música!| NITRONEWSLETER #35

Nessa Nitronewsletter, uma série de horror, um teatro filosófico e muita música! :D


Penny Dreadful (2014-2016) – Temp. 1,2,3 | #horror #drama #ação | Showtime, Criador John Logan | Nota 4 em 5 | NITROSÉRIES

penny_dreadful

SINOPSE
Penny Dreadful é uma série de terror com toques sobrenaturais que se passa na cidade de Londres na época vitoriana. A história conta com personagens clássicos da literatura como Frankenstein, Conde Drácula e Dorian Gray, e seus contos de horror, origem e formação se misturam à narrativa dos protagonistas. A série é estrelada pelos atores Josh Hartnett e Eva Green, e conta com Sam Mendes como produtor executivo da atração. Penny Dreadful é a aposta do canal Showtime no gênero do terror e do suspense, e tem uma abordagem psicossexual da trama de monstros, criaturas e demônios.

RESENHA
Uma série fantástica, ideal para fãs de horror clássico e para a galera do steampunk. Uma ambientação interessante, ótima fotografia, personagens carismáticos e diferenciados, e um trabalho de criação de mundo para nenhum mestre de rpg sobrenatural botar defeito.

O segredo de Penny Dreadful está na química entre os personagens, e o melodrama trágico que envolve a todos nas narrativas. É uma série ultra-romântica, no significado do Romantismo clássico do final do século 19, e com um bônus: abordagens contemporâneas e interessantes de temas sobre a condição feminina, diversidade sexual e preconceito religoso.

A série tem um charme de “filmes de horror” da Universal, excelente performances com Eva Green roubando (como sempre!) todas as cenas!

É uma PENA que terminou de maneira tão abrupta, mas mesmo assim, VALE A PENA ASSISTIR, É DOIDIMAIS!


A Língua em Pedaços(2015) – Dir. Elias Andreato | #drama #teatro | Nota 4 em 5 | NITROTEATRO | Assistida em 20.08.1613996126_10154421071263486_7557123541323228343_o

SINOPSE
Dirigido por Elias Andreato, com Ana Cecília Costa e Marco Antônio Pâmio em cena, “A Língua em Pedaços”, texto do espanhol Juan Mayorga, resgata o valor filosófico da fé e encontra na obra da freira Teresa d’Ávila (1515-82) uma busca vertical pela verdade.

O espetáculo, com texto do premiado dramaturgo espanhol Juan Mayorga, é inspirado na autobiografia de Santa Teresa d’Ávila, conhecida como Santa Teresa de Jesus, e comemora os 500 anos de seu nascimento.

A trama, de forma ficcional, enfoca o embate entre a monja carmelita, que realmente enfrentou autoridades eclesiais de seu tempo, e um inquisidor, arauto da poderosa Igreja Católica no final da Idade Média, que põe em xeque sua fidelidade religiosa.

Direção: Elias Andreato
Elenco: Ana Cecília Costa e Marco Antônio Pâmio

RESENHA
Mais uma bela peça assistida no maravilhoso teatro do Centro Cultural Banco do Brasil, na Praça da Liberdade.

É uma peça mais filosófica, um embate entre uma visão mística do mundo com o racionalismo de um inquisidor. O contexto histórico é o século XIV, assim como a contextualização é o imaginário e os conceitos da igreja católica do período, mas os temas são muito atuais, o embate de uma mulher com idéias revolucionárias para época e uma visão particular e mística da vida, com todo o aparato opressor do patriarcado e da sociedade, representado, com nuances pelo inquisidor.

A peça lida com o poder da palavra, pois Teresa é condenada pelas idéias que profere no convento que criou, palavras que o Inquisidor, enviado para fechar o convento, procura sempre desacreditar. Um embate entre a visão pessoal e subjetiva da vida contra a visão coletiva e opressora da sociedade sobre como um indivíduo deve viver a vida.

Excelente, recomendo!


Human (Movie Soundtrack) 2015 – Armand Amar | #soundtrack #instrumental #worldmusic #músicaparaescrever | Nota 4.5 em 5 | NITROMUSIC

Belíssima trilha, viajando pelo mundo e com o toque pessoal do mestre Armand Amar, uma recente descoberta, um compositor impressionante, que mescla de maneira muito respeitosa e orgânica influências de diversas culturas em sua música neoclássica-minimalista-ambient.

Faixas Favoritas: Human I e Human II


Gary Numan Discography | Newton Nitro | ‪#‎darkwave‬ ‪#‎synthpop‬ ‪#‎80s‬ ‪#‎industrial‬ | NITROMUSIC
Minha playlist de um dos meus meus ídolos da música eletrônica-industrial-dark-gotiqueira ! Gary Numan, ladies and gentlemen!


Yet Further (2016) – Sioum | #amwriting #postrock #experimental | Nota 4.3 em 5 | NITROMUSIC

Melhor álbum de #postrock que escutei esse ano, ou melhor uma espécie de space post rock, pelas influências de space rock da década de 70. Recomenco, banda nova e doidimais!

Faixa Favorita: Tribulation


Haveno (2012) – Constantina | #postrock #brazil | Nota 4 em 5 | NITROMUSIC

Banda de Belo Horizonte de post rock com influência de música brasileira, álbum sensacional, complexo e belo! Recomendo!

Faixa favorita: Imobilidade Tônica

Revival (2016) Gozu | #stonerrock #acidrock #stonermetal | Nota 4 em 5 | NITROMUSIC

Porrada na oreia esse lançamento do Gozu, um discaço de stoner rock, bem pesadão, até mesmo com uma influência bem metal, umas partes lembram até o Soundgarden dos velhos tempos, mas bem menos doomzão e mais pancadaria. Recomendo! :)

Faixa favorita: Bubble boy


Great Is Our Sin (2016) – Revocation | #technicalmetal #deathmetal #trashmetal | Nota 4.5 em 5 | NITROMUSIC

Medonho de bom, um dos melhores álbuns de metal desse ano, e talvez o melhor do Revocation (que só tem álbum bom!). Faixas poderosas, quebrando paradigmas, complexas mas orgânicas, com visão de todo. A mistureba trash-death dos vocais é viciante, misturando a agressividade do trash com a voz de monstro do death de um jeito bem legal! Recomendo!

Faixa Favorita: Communion


Selves We Cannot Forgive (2016) – Black Crown Initiate | #progressivedeathmetal #deathmetal | Nota 4 em 5 | NITROMUSIC

Excelente segundo álbum do Black Crown Initiative, death metal progressivo com harmonias e composições complexas e muita agressividad e energia, combinadas com viradas matadoras.

Faixa favorita: For Red Cloud


Giovanni Palestrina Complete Works | Newton Nitro #amwriting #classicalmusic #renaissance | Música para escrever | NITROMUSIC

Giovanni Palestrina, um dos mestres da música sacra e meditativa da Renascença, a paz de espírito em forma de música, recomendo!


Terminal Redux (2016) – Vektor | #trashmetal #spacemetal #progressivemetal | Nota 4.2 em 5 | NITROMUSIC

Fantástico, talvez o lançamento metal do ano. Um álbum cheio de energia, misturando trash metal da melhor qualidade com temas e estilão space metal. Muito bom, só faixa matadora, bem trabalhadas, longas, uma espécie de trash-space-progressive metal.

Recomendadíssimo!


erika-e-newton-ingles-por-skype

Érika & Newton – Inglês por Skype
Faça uma AULA EXPERIMENTAL GRATUITA!
Aulas TODOS OS DIAS, de 7 às 23 horas!

Érika de Pádua | Professora de Inglês – Aulas por Skype
WhatsApp: (31) 9223-5540 | Skype: erikadepadua@gmail.com
Linkedin: https://goo.gl/2c6QIb

Newton Rocha | Professor de Inglês – Aulas por Skype
WhatsApp: 9143-7388 | Skype: prof.newtonrocha@gmail.com
LinkedIin: https://goo.gl/7rajxF

Visite o nosso Blog Melhore Seu Inglês:
https://melhoreseuingles.wordpress.com/

Curta Nossa página no Facebook:
https://goo.gl/qcPQUK

Nosso Canal no Youtube – Melhore Seu Inglês:
https://goo.gl/KYns5i

2 comentários em “Penny Dreadful, o teatro filosófico de A Língua em Pedaços e muita música!| NITRONEWSLETER #35

  1. Penny Dreadful provavelmente vai entrar na minha lista de séries, todo mundo elogia. E Terminal Redux, sendo muito elogiado esse ano.

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s