NITROLEITURAS | Suldrun’s Garden (Lyonesse #1) – Jack Vance | Clássico dos Clássicos da Literatura de Fantasia Medieval!

Uma história de fantasia feita por um amálgama das lendas arturianas e dos mitos britânicos e nórdicos, com personagens fascinantes que transcendem as limitações dos estereótipos dos contos de fada, escrita por Jack Vance, um dos maiores mestres da literatura de especulação. Um livro ideal para os que curtiram o estilo mais de fábula do Hobbit!

81tx9O5yyNL

NITROLEITURAS | Suldrun’s Garden (Lyonesse #1) – Jack Vance | Gollancz, 2002 (1ed. 1983), 448 páginas. | Lido de 05.03.16 a 08.03.16


SINOPSE

As Ilhas Antigas, localizadas na baía de Biscay, próximo da costa da antiga Gália, são compostas de dez reinos em uma guerra eterna, todos buscando o controle de todo o território, depois que o antigo rei que unificara os reinos se exilou para a Britânia.

No centro de toda essa intriga está Casmir, o rei ambicioso e sem misericórdia de Lyonesse.

Sua bela mas sonhadora filha, Suldrun, é parte dos seus planos. Ele pretende cimentar uma aliança ou duas através de seu casamento com um dos filhos dos demais governantes das Ilhas Antigas.

Mas Suldrun é tão teimosa e determinada quanto seu pai, e o desafia. Casmir, irado com seu comportamento, a confina em um imenso jardim de seu palácio, um jardim que Suldrun adora frequentar desde criança.

E tudo muda quando Suldrun encontra, na praia particular desse jardim, o amor de sua vida.

Política, intriga, batalhas épicas, magias extraordinárias, monstros horrendos, e romance estão entrelaçados nessa história que se passa em uma ilha lendária de nosso mundo, as Ilhas Antigas, também conhecidas como Hy-Brasil, Avalon, Ys e Atlântida.


RESENHA

Esse é o primeiro livro que leio do Jack Vance, um autor não muito comentado nos círculos nerds brasileiros. Decidi pelo que muitos críticos consideram ser uma obra marcante e influente da fantasia medieval contemporânea (dos anos 80 até hoje), a trilogia Lyonesse.

O mestre Jack Vance (que é citado como guru por TODO MUNDO da literatura de fantasia, de Neil Gaiman, a China Miéville, a George R. R. Martin e por aí vai).

Um detalhe para a turma do D&D, o sistema de magia do D&D, o de castar uma magia e esquecer, é também chamado de sistema VANCIANO porque vem das obras de Jack Vance.

O livro mistura as tradicionais e sombrias narrativas dos contos de fada (usando as brutais fontes originais), com narrativas de intriga monárquica, guerras de sucessão, entrelaçadas por uma história de amor. Sim, é muita coisa, e só mostra a maestria do Jack Vance, porque, mesmo fazendo um malabarismo com tantas bolas no ar, ele consegue amarrar as narrativas e manter a diversão da leitura o tempo todo!

O livro reinterpreta muitos dos mitos clássicos britânicos e celtas, mas o que chama atenção é o estilo pessoal do Jack Vance; não sei como ele consegue mas é sucinto e ao mesmo tempo rebuscado, no equilíbrio certo. A trama corre rápida, sem enrolações mas nem por isso a prosa sofre por simplificação.

E dá para ver claramente a influência de Vance no George Martin, Neil Gaiman (principalmente!) e no Guy Gavriel Key (esse é rebuscadíssimo, ao ponto de deixar a leitura um pouco mais lenta). Vance dá uma aula de prosa de fantasia, nem tanto rebuscada nem tanto simplória.

Os arcos de personagem são bem feitos, e o que mais impressiona é o da princesa Suldrun. Se você leu a premissa na sinopse lá em cima, se prepare; nada do que acontece é muito previsível; Vance é um dos inspiradores do Martin, ao meu ver, e não se importa de matar personagens para quebrar as expectativas do leitor e reforçar a brutalidade do cenário e os perigos que seus protagonistas enfrentam.

lyonesse

A narrativa, em algumas partes, transporta o leitor para uma época mais leve e divertida dos romances de fantasia, com uma série de aventuras episódicas de um dos protagonistas, entrelaçando contos folclóricos britânicos em uma narrativa de amadurecimento de um garoto. Esses capítulos seguem a lógica dos contos de fada, e são belos e poéticos, e colocaram um sorriso em meus lábios enquanto lia. Com tanta fantasia sombria que tenho lido ultimamente, é refrescante ver que sempre existe esse lado mais lúdico e fabuloso. E olha que os episódios são bem sombrios, seguindo a linha original dos contos de fada.

Recomendo para os fãs de fantasia mais clássica e ao mesmo tempo para adultos (tem cenas de tortura nesse livro), quem curte contos arturianos, que curte fantasia misturada com romance e intrigas, quem curte narrativa de fábulas, e quem queira conhecer um dos mestres americanos da literatura de fantasia, relevante e influente na maioria dos escritores famosos na década de 80 e 90. E também para quem quer aprender mais sobre os mitos e folclore das terras britânicas, celtas, etc. O livro é mais para O Hobbit do que para O Senhor dos Anéis, assim, estejam avisados!

3964286


erika-e-newton-ingles-por-skype

Érika & Newton – Inglês por Skype
Faça uma AULA EXPERIMENTAL GRATUITA!
Aulas TODOS OS DIAS, de 7 às 23 horas!

Érika de Pádua | Professora de Inglês – Aulas por Skype
WhatsApp: (31) 9223-5540 | Skype: erikadepadua@gmail.com
Linkedin: https://goo.gl/2c6QIb

Newton Rocha | Professor de Inglês – Aulas por Skype
WhatsApp: 9143-7388 | Skype: prof.newtonrocha@gmail.com
LinkedIin: https://goo.gl/7rajxF

Visite o nosso Blog Melhore Seu Inglês:
https://melhoreseuingles.wordpress.com/

Curta Nossa página no Facebook:
https://goo.gl/qcPQUK

Nosso Canal no Youtube – Melhore Seu Inglês:
https://goo.gl/KYns5i

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s