NITROLEITURAS: Chica Que Manda – Agripa Vasconcelos, Take Off Your Pants – Libbie Hawker #resenhas

Duas leituras interessantes nos últimos dias: “Chica Que Manda”, a saga de Chica da Silva pela versão do mestre mineiro do romance histórico brasileiro, Agripa Vasconcelos e um guia para escritores bem prático (e curtinho!), o Take Off Your Pants, de Libbie Hawker.


TakeOffYourPants

Take Off Your Pants – Libbie Hawker | Running Rabbit, 2015, 108 pgs.

SINOPSE

Quando é sobre escrever livros, você é um Planejador ou um Improvisador? Qual método é o melhor?

Nesse guia, Libbie Hawker explica os benefícios do Planejamento de uma história, antes de começar a escrever. Ela irá mostrar como desenvolver um arco de  personagem e um arco de trama, como ajustar o ritmo de um livro para dar aquela experiência de “não poder parar de ler”, e como garantir que suas histórias sejam completas e satisfatórias.

RESENHA

Um excelente guia para escritores planejadores, aqueles que preferem planejar tim tim por tim tim cada uma das cenas de sua história. Sintético, direto ao ponto, e bem prático.

Gostei muito da metáfora dos triângulos invertidos para as cenas, acho que foi a primeira vez que vi. É o seguinte, a maioria das cenas de uma narrativa deveria começar com o estabelecimento da situação ou do conflito que se desenvolverá na cena, é o lado “largo” do triângulo. E deve ir se “apertando”, reduzindo as opções e as escolhas dos seus participantes até a “ponta” do triângulo invertido, onde o conflito gera uma consequência/gancho que leva ao próximo triângulo. De gancho em gancho de faz uma narrativa que não se consegue parar de ler. Muito legal!

A autora também aborda vários outros temas, como arco de personagens, como criar sumários da trama e ir expandindo ainda na faze de planejamento do livro, etc. Recomendo para todos que gostam de planejar detalhadamente as histórias que vão escrever, ou que queiram analisar as estruturas das histórias que já escreveram! :D


 

577824

Chica que Manda – Agripa Vasconcelos | Itatiaia, 2010, 392 pgs

SINOPSE

O autor não se limita a contar a vida da famosa Chica da Silva. Partindo do momento histórico em que a mulher de um humilde garimpeiro teria descoberto no Ribeirão de Macedo o primeiro diamante do Brasil o autor retrata com vigor reservado àqueles que dominam não só o assunto mas também a língua os épicos deslocamentos de massas de ambiciosos ao sabor dos boatos depois as levas de retirantes expulsos da Demarcação Diamantina e as inquietações de um período em que até a delação menos fundamentada era motivo suficiente pra que suspeitos fossem encarcerados sem direito de defesa e até levados à morte por torturas.

Mais que um romance biográfico Chica que Manda vale por um completo estudo da vida dos costumes e da política de sua época.

RESENHA

Sempre ouvi falar da obra de Agripa Vasconcelos, um médico e escritor de romances históricos sobre a era colonial de Minas Gerais. Considerado um autor mais acessível e, talvez por isso, meio deixado de lado pela crítica literária, Agripa Vasconcelos ainda tem uma grande fama entre os leitores mais velhos, pelo mebos entre os que conheço aqui em Belzonte.

E dá para entender essa fama popular. “Chica que Manda”, minha primeira leitura da obra de Vasconcelos, é um romance histórico absolutamente mineiro, escrito com uma mistura de um estilo clássico, com narrador onisciente que tece comentários e tangentes hisroricas, com um certo humor mordaz e um clima de causo e crônica mineira.

E muito saboroso de ler, mesmo com tantos termos diferentes, pois a linguagem emula o português colonial, mas se ficar carregada demais.

A pesquisa histórica é impressionante, a recriação do mundo da exploração de diamantes mineiros durante o final do período colonial é um primor. É muita informação, causos, histórias e eventos peculiares da região, entrelaçados com a história de Chica da Silva.

Mesmo com as distorções históricas, pois Agripa recriou e dramatizou a história de Chica com base na tradição narrativa do mito, que recente tem sido contestada por vários historiadores (ocorreu muita romantização e defamação por conta de preconceito e machismo), o romance é muito imersivo, e dá uma noção clara da brutalidade e complexidade de interesses do período colonial.

Chica da Silva é descrita de uma maneira bem ambígua, usando os tropos tradicionais do mito (sedutora, etc) mas ganhando uma frieza de um Don Corleone em relação aos seus inimigos, e um ciúme doentio em relação ao seu amante. É uma imagem contestada atualmente, (a Chica histórica oarece ter sido uma mulher empreendedora, de grande habilidade política, e muito mais inteligente do que a imagem que ficou no imaginário popular ) , mas que a transforma em uma protagonista fascinante no romance, principalmente ao mostrar uma mulher de cor se impondo frente a uma sociedade branca escravocrata, sendo bajulada, respeitada e temida.

Tudo é bem descrito, os horrores incomensuráveis da escravidão, a hipocrisia generalizada de portugueses e brasileiros, a sanha exploratória dos colonizadores, etc.

Os personagens são mais superficiais, sem muitas explorações psicológicas, mas o foco da narrativa é na trama histórica. E que trama! Cheia de reviravoltas, dramas, paixões, cenas épicas e dramáticas, et.

Recomendo para quem curte romances históricos, é como um Game of Thrones mineiro!


 

erika e newton ingles por skype

Érika & Newton – Inglês por Skype
Faça uma AULA EXPERIMENTAL GRATUITA!
Aulas TODOS OS DIAS, de 7 às 23 horas!

Érika de Pádua | Professora de Inglês – Aulas por Skype
WhatsApp: (31) 9223-5540 | Skype: erikadepadua@gmail.com
Linkedin: https://goo.gl/2c6QIb

Newton Rocha | Professor de Inglês – Aulas por Skype
WhatsApp: 9143-7388 | Skype: prof.newtonrocha@gmail.com
LinkedIin: https://goo.gl/7rajxF

Visite o nosso Blog Melhore Seu Inglês:
https://melhoreseuingles.wordpress.com/
Curta Nossa página no Facebook:
https://goo.gl/qcPQUK
Nosso Canal no Youtube – Melhore Seu Inglês:
https://goo.gl/KYns5i


 

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s