NITROLEITURAS | The Friends of Eddie Coyle – George V. Higgins, Vozes do Deserto – Nélida Piñon, Legends of the Fall – Jim Harrison

Seguem as resenhas dos três últimos livros que li nas últimas semanas. Um clássico da literatura de crime americana, um romance brasileiro de fantasia psicológica e erótica inspirado nas Mil e Uma Noites, e um livro com três noveletas também clássicas de um dos mais renomados escritores americanos da geração pós-Segunda Guerra Mundial.


friends of eddie

The Friends of Eddie Coyle – George V. Higgins | Robinson, 2001 (1ªed 1970), 216 páginas

SINOPSE

Eddie Coyle trabalha para Jimmy Scalisi, fornecendo-lhe armas para alguns assaltos à bancos. Mas um policial chamado Foley está na cola do Eddie e está contando com ele para dedurar Scalisi, o líder de uma gangue de ladrões que tem muito a esconder. E ainda tem o Dillon, garçom de bar e matador de aluguel, fingindo ser amigo de Eddie. Fugindo, correndo, enganando, roubando, esse é o Eddie, e ele tem muitos “amigos”.

Realmente, dá para ver como esse livro marcou a narrativa de crime, de 70 até hoje. Os hiper-realismo do mundo do crime, a amoralidade dos personagens e os diálogos me lembraram muito os do Rubens Fonseca (que certamente leu esse livro na década de 70, ele que é fã de literatura de crime americana).

Vi nele também a origem do estilo de diálogos Tarantinescos, do humor negro do filme Fargo, etc.  Todos os elementos estão lá: o humor, as tiradas de efeito, as conversas paralelas sobre temas supérfluos e engraçados, a trama que segue a linha de “plano criminoso que acaba em desastre total”, a paranoia dos dedos duros, tudo doidimais!

A história é cotada através de diálogos, uma técnica excelente da qual o George V. Higgins é um mestre. Reli os diálogos mais engraçados em voz alta, e ri demais, sozinho. Quando eu digo que um livro é segunda atividade mais divertida para se fazer sozinho (a primeira é escrever, é claro, ou você acha mesmo que eu iria escrever aqui outra coisa?), ninguém acredita.

A trama é complicada mas vai se simplificando ao longo do livro. As cenas dos crimes são doidas demais, a narrativa voa no pau, mas o grande lance do livro é a caracterização do coitado do Eddie Coyle (o único personagem realmente desenvolvido no livro).

Recomendado para quem curte literatura de crime, quem curte filmes como Cães de Aluguel, Pulp Fiction ou Fargo, que é fã do Rubem Fonseca e curte diálogos bem feitos!


nélida pinon vozes do deserto

Vozes do Deserto – Nélida Piñon | Bertrand, 2008, 264 páginas

SINOPSE

“Vozes do Deserto”, romance da escritora Nélida Piñon, recria a história da princesa Xerezade que, para não ser morta pelo califa, inventa histórias que resultaram na saga das “Mil e Uma Noites”. Fruto de uma intensa pesquisa sobre a cultura árabe, o livro mostra a mulher a um só tempo forte e sensível escondida por um véu muçulmano.

RESENHA

Mais um retorno para a prosa poética e evocativa da Nélida, uma das grandes escritoras brasileiras da geração da Clarice (e com um estilo semelhante, mais psicológico, poético, uma mistura de prosa e poesia), que ainda está em atividade.

Nélida Piñon tem um estilo denso, uma linguagem e um ritmo próprio que pode ser mais difícil para alguns leitores, mas que recompensa o esforço com frases que brilham como diamante, e uma complexidade psicológica que impressiona.

Segue a mesma linha da “prosa concentrada”, livros que, imagino, são reescritos concentrando significado a cada frase. Pode ser mais “pesado” para alguns leitores, mas para quem curte a parte mais de ourivesaria, de lapidação de palavras, é um banquete.

Em “Vozes do Deserto”, Nélida reconstrói a narrativa de Xerezade pelo ponto de vista da narradora das Mil e Uma Noite, de sua irmã e de sua serva, e também pelo ponto de vista do Califa que a aprisiona e a ameaça de morte.

A narrativa segue em espirais seguindo a própria estrutura da narrativa das Mil e Uma Noites, mas com muito erotismo, uma sensibilidade pós-moderna (tudo é questionado, fragmentado, investigado). É um ritmo diferente, uma espécie de narrativa líquida, capítulos parecem se repetir e introduzem novas variações, passagens se expandem para mostrar cenas e narrativas dos reinos míticos de Bagdá, de seus habitantes, dos dramas da população pobre para depois retornar à prisão de Xerazade e sua criação de histórias.

Tem muito de metalinguagem, o livro também aborda o ato de criação de histórias em si, e de como o imaginário interpenetra e muda as almas, de como as narrativas são capazes de mudar mentes, de mudar pontos de vista.

Um conhecimento prévio das histórias da Mil e Uma Noites, principalmente por meio da leitura de alguma tradução, ajuda muito na apreciação desse romance. Muitas referências são feitas, e as cenas parecem terem sido escritas para se encaixarem como interlúdios das narrativas das Mil e Uma Noites. Interlúdios modernosos, feitos pelo ponto de vista feminino contemporâneo e com muito erotismo, é claro!

Recomendo para quem curte esse tipo de prosa poética, ou se quiser experimentar uma maneira diferente e interessante de narrar uma história. Fãs de outros livros da Nélida, ou de literatura mais experimental irão adorar esse livro, acredito.

Pelas resenhas gringas, algumas bem negativas, muitos leitores embarcaram nesse livro esperando um romance histórico ou algo parecido, mas acredito que se deve aproximar a leitura de Vozes do Deserto como se aproxima a leitura de um poema. Deixe-se levar pela leitura, pela linguagem, pelas palavras, e pelo modo como as palavras soam na mente ao se ler.

Um aviso, o livro é bem erótico, com muitas passagens e cenas de sexo, mas descritas pela prosa poética de Nélida.


legends of the fall

Legends of the Fall – Jim Harrison | Delta, 1980, 288 páginas

SINOPSE

Uma trilogia de pequenas noveletas, Legends Of The Fall, Revenge, and The Man Who Gave Up His Name, que confirmam a reputação de Jim Harrison como um dos melhores escritores americanos de sua geração. Essas três noveletas exploram o tema da vingança e as ações que as pessoas tomam quando suas vidas e seus objetivos são ameaçados, que se somam em uma visão extraordinariamente clara do homem do século vinte.

RESENHA

É impressionante o que um escritor de talento consegue fazer em poucas páginas. Esse foi o meu primeiro contato com o mestre Jim Harrison, e com certeza lerei mais livros dele.

São três histórias bem masculinas no bom sentido, com emoções primais, dramas, violência, ação, e questionamentos sobre os absurdos da vida.

A primeira história é quase um western de ação, uma jornada de vingança com um protagonista durão, e que se passa no início do século 20, nas regiões selvagens das fronteiras com o México.

A segunda história é sobre um homem em uma crise de meia idade, e que abandona sua riqueza para, finalmente, viver a vida como quer. Uma crítica contra a hipocrisia da sociedade pós-era hippie dos anos 70, e com personagens muito bem construídos.

A terceira história é a que dá o título para a coletânea, o “Legends of the Fall”, e pela qual se baseou o filme do Brad Pitt. É fantástica, uma saga de três irmãos durante e depois da Primeira Guerra mundial. Impressionante a quantidade de história que o Jim Harrison coloca em poucas páginas, daria para uma saga de vários volumes. Muito bom mesmo!

Recomendo para quem curte literatura com protagonistas durões, porém com vida interior, dúvidas e incertezas, dramas familiares, crises de identidade, e com uma boa dose de violência e ação; além de uma investigação sobre os dilemas do pós-Primeira Guerra e das egotrips movidas à cocaína da elite americana dos anos 70.


PRÓXIMAS LEITURAS

Um livro de guia para escritores, um romance do José Lins do Rego que sempre quis ler, e outro do meu conterrâneo de minas, o mestre do romance histórico mineiro, Agripa Vasconcelos!


TakeOffYourPants

Take Off Your Pants – Libbie Hawker | Running Rabbit, 2015, 108 pgs.

SINOPSE

Quando é sobre escrever livros, você é um Planejador ou um Improvisador? Qual método é o melhor?

Nesse guia, Libbie Hawker explica os benefícios do Planejamento de uma história, antes de começar a escrever. Ela irá mostrar como desenvolver um arco de personagem e um arco de trama, como ajustar o ritmo de um livro para dar aquela experiência de “não poder parar de ler”, e como garantir que suas histórias sejam completas e satisfatórias.

Cangaceiros – José Lins do Rego | José Olympio 2012 (1ª ed. 1953), 316 páginas.

SINOPSE

Integrantes do chamado “Ciclo do Cangaço”, PEDRA BONITA e CANGACEIROS, de José Lins do Rêgo, abordam a realidade nordestina, fortemente marcada pela seca e pelo movimento do cangaço.

Lançado em 1953, CANGACEIROS retoma a história de Bentinho Já adulto, o rapaz se apaixona pela bela Alice. Irmão do mais famoso cangaceiro da região, o rapaz vive um amor proibido, uma vez que sua namorada é filha de um homem que odeia o cangaço.

Apesar de ter uma história de amor como fio condutor, o sertão é o grande protagonista dessa saga. Com seu estilo crítico e observador das desigualdades sociais, José Lins do Rêgo aborda a luta pela sobrevivência no sertão, a brutalidade do cangaço e os motivos que levam os homens a entrar para o movimento.


chica-que-manda-agripa-vasconcelos-raro-17207-MLB20134284730_072014-F

Chica que Manda – Agripa Vasconcelos | Itatiaia, 2010, 392 páginas

SINOPSE

O autor não se limita a contar a vida da famosa Chica da Silva. Partindo do momento histórico em que a mulher de um humilde garimpeiro teria descoberto no Ribeirão de Macedo o primeiro diamante do Brasil o autor retrata com vigor reservado àqueles que dominam não só o assunto mas também a língua os épicos deslocamentos de massas de ambiciosos ao sabor dos boatos depois as levas de retirantes expulsos da Demarcação Diamantina e as inquietações de um período em que até a delação menos fundamentada era motivo suficiente pra que suspeitos fossem encarcerados sem direito de defesa e até levados à morte por torturas. Mais que um romance biográfico Chica que Manda vale por um completo estudo da vida dos costumes e da política de sua época.


erika e newton ingles por skype

Érika & Newton – Inglês por Skype
Faça uma AULA EXPERIMENTAL GRATUITA!
Aulas TODOS OS DIAS, de 7 às 23 horas!

Érika de Pádua | Professora de Inglês – Aulas por Skype
WhatsApp: (31) 9223-5540 | Skype: erikadepadua@gmail.com
Linkedin: https://goo.gl/2c6QIb

Newton Rocha | Professor de Inglês – Aulas por Skype
WhatsApp: 9143-7388 | Skype: prof.newtonrocha@gmail.com
LinkedIin: https://goo.gl/7rajxF

Visite o nosso Blog Melhore Seu Inglês:  https://melhoreseuingles.wordpress.com/
Curta Nossa página no Facebook:
https://goo.gl/qcPQUK

Se inscreva no nosso Canal no Youtube – Melhore Seu Inglês: https://goo.gl/KYns5i

Anúncios

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s