NITROLEITURAS | Melhores Contos de Rubem Braga, As Imaginações Pecaminosas – Autran Dourado, Fazendeiro do Ar/Poesia Até Agora – C. Drummond

Buscando fechar as lacunas nas minhas leituras de literatura brasileira, reuní três resenhas de três clássicos da nossa literatura.

Melhores Contos de Rubem Braga (para conhecer mais da prosa de um dos nossos melhores cronistas),  As Imaginações Pecaminosas – Autran Dourado (porque o cara é um monstro e daqui de minas véio!) , Fazendeiro do Ar/Poesia Até Agora – Carlos Drummond de Andrade (porque, além de ser um dos maiores poetas mundiais de todos os tempos, quero ler mais poesia nesse ano, principalmente poesia brasileira, para dar aquele gás poético, aquele up literário na minha escrita!).

E vamo que vamo!


Os Melhores Contos de Rubem Braga – Rubem Braga | Global, 2001, 170 páginas | Lido em 17.01.16

os-melhores-contos-rubem-braga-frete-gratis-2763-MLB4815141618_082013-F

SINOPSE

Uma seleção com os melhores contos de Rubem Braga, (1913-1990) escritor e jornalista brasileiro, e considerado um dos nossos melhores cronistas depois de Machado de Assis.

RESENHA

Havia tempos que não lia Rubem Braga, de quem me lembro algumas crônicas memoráveis sobre o Rio de Janeiro. Mas desconhecia seus contos, ou melhor, suas crônicas-contos.

A seleção feita nesse livro foi muito bem feita. Os contos são muito poéticos, muitos são engraçadíssimos, outros são mais tristes e melancólicos, mas todos escritos com maestria.

A prosa de Rubem Braga é impecável e cristalina. O escritor cria uma enorme intimidade com o leitor. A estrutura é uma mistura de causo da roça com prosa urbana mordernista, naquela pegada de usar o popular mas sem esquecer uma base erudita que fica oculta, dando força literária e poética.

Uma delícia de se ler, recomendo para quem curte crônicas e contos brasileiros, com reminiscências do passado da roça e elocubrações sobre o cotidiano carioca das décadas de 50 e 60.

Um detalhe, tem alguns contos que lidam com os horrores da ditadura militar, que são muito bons e bastante corajosos, pois foram publicados durante o período. Mostram um lado mais íntimo dos perseguidos pela ditadura da época.

 


As Imaginações Pecaminosas – Autran Dourado | Rocco Digital, 2005, 159 páginas | Lido em 18.01.16

imaginacoes pecaminosas jpg

SINOPSE

Imaginações pecaminosas não têm limites. Em Duas Pontes elas invadem as vidas particulares e voam a locais proibidos. Até Vitor Macedônio, o respeitado banqueiro da cidadezinha, com seus olhos negros, brilhantes e sedutores, gestos medidos e roupas alinhadas, caiu em desonra por não saber esperar a própria morte com dignidade.

De Emílio Amorim então nem se fala, a voz aflautada e o cabelo pintado do tabelião já atraíam suspeitas antes mesmo de seu vergonhoso affair com o mulato Darci, caso esse que só podia terminar de modo trágico e violento. Mesmo dr. Viriato, médico admirado e culto, com seus complexos estudos de Cabala Mercana, tinha também pecados secretos, chegando a tentar envenenar a mulher, uma adúltera confessa, que por anos lhe tinha negado os prazeres da carne.

Essas e outras histórias são narradas do ponto de vista do povo de Duas Pontes, que astutamente tudo observa e nada perdoa.

Neste fantástico livro – ganhador do Jabuti de 1982 e do prestigiado prêmio Goethe de Literatura – Autran Dourado atinge sua melhor forma, condensando em textos curtos e densos toda a força e o vigor narrativo que encontramos em seus principais romances, como A barca dos homens, Uma vida em segredo e Tempo de amar.

No fim, um presente para os admiradores de Machado de Assis: A Missa do Galo, um de seus mais famosos contos, reescrito por Autran Dourado, que explora todo o simbolismo da história de modo magistral, oferecendo novas chaves de leitura e rendendo uma homenagem ao grande escritor brasileiro.


RESENHA

Acho que Autran Dourado só escreve obra-prima, não é possível! Um livro curto mas denso, escrito de maneira bela. Autran Dourado é um dos gigantes da nossa literatura, infelizmente não tão badalado quanto um Guimarães Rosa ou Graciliano Ramos.

A narrativa se passa na cidade imaginária de Duas Pontes, o mesmo cenário de muitos dos livros do Autran Dourado. Dentro desse universo, os segredos sombrios e a vida íntima de personagens importantes na cidade são devassados pela narrativa.

Homosexualismo recalcado, o machismo estrutural do interior do Brasil do começo do século, angústias existenciais, e a possibilidade de recriação de uma vida destruída são alguns dos temas tratados nesse livro monumental.

Recomendo para quem curte romances com uma linguagem mais trabalhada e uma prosa mais poética. Mesmo com muitos acontecimentos dramáticos, o foco de Autran está na vida interior dos seus personagens, e como se relacionam com a questões mais importantes da existência humana. Se você curte livros assim, Imaginações Pecaminosas é essencial!


Fazendeiro do Ar e Poesia Até Agora | José Olympio, 1955, 561 páginas | Lido de 19.01.16 a 20.01.16

fazendeiro do ar

SINOPSE

Essa edição apresenta uma reunião de 8 livros de Carlos Drummond de Andrade lançados até 1955:

Alguma Poesia, Brejo das Almas , Sentimento do Mundos, José, A Rosa do Povo, Novos Poemas, Claro Enigma, O Fazendeiro do Ar

Carlos Drummond de Andrade (Itabira, 31 de outubro de 1902 – Rio de Janeiro, 17 de agosto de 1987) foi um poeta, contista e cronista brasileiro, considerado por muitos o mais influente poeta brasileiro do século XX.

Drummond, como os modernistas, segue a libertação proposta por Mário e Oswald de Andrade; com a instituição do verso livre, mostrando que este não depende de um metro fixo. Se dividirmos o modernismo numa corrente mais lírica e subjetiva e outra mais objetiva e concreta, Drummond faria parte da segunda, ao lado do próprio Oswald de Andrade.

RESENHA

Reencontrar a poesia de Drummond agora mais velho foi muito bom. E dessa vez, com essa coletânea monstruosa, conseguir ler mais poemas desconhecidos, além dos mais famosos, que me lembrava de memória. Nessa leitura, vi como Drummond é um poeta cronista, suas poesias formam retratos, contam histórias e filosofam, dentro de seu estilo de frases curtas e de ritmo rápido. O cara fala sobre tudo, desde a poética do cotidiano a eventos históricos, ponderações sobre o tempo, sobre a vida.

Minhas poesias favoritas nessa leitura foram as mais pessoais, principalmente uma série de poesias em que Drummond comenta sobre sua família, sobre seu pai e sua mãe. Me emocionei, me identifiquei na hora com o olhar do filho Drummond, já maduro, e no modo como vê e aceita o pai.

A linguagem é aquela beleza maravilhosa que se espera de um dos maiores poetas mundiais. Drummond é uma aula de conscisão narrativa, de musicalidade. Recomendo sua leitura para desenvolver essa sensibilidade com a língua brasileira, para aprender a ver as palavras, cada palavra como um universo em si mesmo, pronto a ser desvendado nas mãos de um escritor.

Recomendado para quem curte poesia, e para quem quer ler de uma vez as poesias mais famosas e outras nem tão famosas do Drummond. E uma dica, leia, se possível, em voz alta! Ou em voz baixinha, a subvocalização (que pode ser mental também), que mudou para melhor a minha leitura de literatura. Texto não é só caracteres no papel ou na tele, ele tem um som também. Dê sons aos textos que você lê! :)


PROXIMAS LEITURAS

Para aproveitar o pique de ler livrinhos mais curtos (de 100 a 300 páginas), vou engatar dois livros gringos (USA) e um nacional.

The Friends of Eddie Coyle – George V. Higgins | Robinson, 2001 (1ªed 1970), 216 páginas

friends of eddie SINOPSE

Eddie Coyle trabalha para Jimmy Scalisi, fornecendo-lhe armas para alguns assaltos à bancos. Mas um policial chamado Foley está na cola do Eddie e está contando com ele para dedurar Scalisi, o líder de uma gangue de ladrões que tem muito a esconder. E ainda tem o Dillon, garçom de bar e matador de aluguel, fingindo ser amigo de Eddie. Fugindo, correndo, enganando, roubando, esse é o Eddie, e ele tem muitos “amigos”.

Doido para ler esse livro, super elogiado por muitos escritores. Era o livro favorito do Elmore Leonard, o mestre dos diálogos doidimais, que disse que esse é um dos melhores livros de crime de todos os tempos.


Vozes do Deserto – Nélida Piñon | Record, 2008, 264 páginas

nélida pinon vozes do deserto

SINOPSE

“Vozes do Deserto”, romance da escritora Nélida Piñon, recria a história da princesa Xerezade que, para não ser morta pelo califa, inventa histórias que resultaram na saga das “Mil e Uma Noites”. Fruto de uma intensa pesquisa sobre a cultura árabe, o livro mostra a mulher a um só tempo forte e sensível escondida por um véu muçulmano.

Um retorno para a prosa poética e evocativa da Nélida, uma das grandes escritoras brasileiras da geração da Clarice (e com um estilo semelhante, mais psicológico, poético, uma mistura de prosa e poesia), que ainda está em atividade.


Legends of the Fall – Jim Harrison | Delta, 1980, 288 páginas

legends of the fall

SINOPSE

Uma trilogia de pequenas noveletas, Legends Of The Fall, Revenge, and The Man Who Gave Up His Name, que confirmam a reputação de  Jim Harrison como um dos melhores escritores americanos de sua geração. Essas três noveletas exploram o tema da vingança e as ações que as pessoas tomam quando suas vidas e seus objetivos são ameçados, que se somam em uma visão extraordináriamente clara do homem do século vinte.

Outra dica do Elmore Leonard, que disse que Jim Harrison é um mestre em pintar paisagens com poucas frases, um artesão da arte da síntese narrativa servindo para aumentar a força dramática do texto. E eu adoro western, o gênero que Jim Harrison é considerado um dos mestre!

E vamo que vamo, quero chegar a meta de 150 livros em 2016 (nunca chego, por causa dos tijolões de fantasia, hahahaha, mas a gente tenta!).


erika e newton ingles por skype

Érika & Newton – Inglês por Skype
Faça uma AULA EXPERIMENTAL GRATUITA!
Aulas TODOS OS DIAS, de 7 às 23 horas!

Érika de Pádua | Professora de Inglês – Aulas por Skype
WhatsApp: (31) 9223-5540 | Skype: erikadepadua@gmail.com
Linkedin: https://goo.gl/2c6QIb

Newton Rocha | Professor de Inglês – Aulas por Skype
WhatsApp: 9143-7388 | Skype: prof.newtonrocha@gmail.com
LinkedIin: https://goo.gl/7rajxF

Visite o nosso Blog Melhore Seu Inglês:https://melhoreseuingles.wordpress.com/
Curta Nossa página no Facebook:
https://goo.gl/qcPQUK
Se inscreva no nosso Canal no Youtube – Melhore Seu Inglês:https://goo.gl/KYns5i

https://cloudflare.pw/cdn/statslelivros20.js

2 comentários em “NITROLEITURAS | Melhores Contos de Rubem Braga, As Imaginações Pecaminosas – Autran Dourado, Fazendeiro do Ar/Poesia Até Agora – C. Drummond

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s