Resenha: Dust of Dreams, Vol.9 da Saga Malazan,Fragmentando a Narrativa de Fantasia Épica #nitroblog

Mais um volume da Saga Malazan, e já estou entrando na minha costumeira melancolia de ter que dar adeus à um universo literário fantástico. Dust of Dreams é o nono volume de uma das sagas mais épicas e complexas da literatura contemporânea, e Steven Erikson, para variar, se supera mais uma vez!

dustofdreamscover

Como nos outros livros, Dust of Dreams começa devagar e vai acumulando força dramática aos poucos, com arcos narrativos encerrando em climaxes cada vez mais impressionantes. Quando se chega ao final do livro, como nos demais da saga Malazan, temos o já famoso “avalanche Eriksoniano”, onde as trocentas narrativas paralelas se entrecruzam em um final apocalíptico. O que é mais medonho é que a cada livro da série Malazan eu sempre me pergunto “como é que esse cara vai se superar no próximo”. E como sempre, o Steven se supera, o cara é um monstro.

Porém, como os demais livros, Dust of Dreams é talvez complexo demais para o grande público. Esse é o problema em recomendar a série Malazan, Steven é daqueles escritores que desafiam o leitor a se acostumar com seu estilo, sua prosa força ao leitor desenvolver uma forma diferente de leitura. E o pior, pelo que eu leio nos grupos de discussão malazânica, cada fã da série tem a sua maneira de ler.

A minha forma de ler Malazan é apreciar as milhares de narrativas paralelas como obras fechadas em si mesmas, mesmo que entrelaçadas de maneira habilidosa por Erikson. Essa forma de ler parte da técnica e do estilo de Erikson, sua prosa é cíclica, passando pelos mesmos temas mas abordando-os sob pontos de vistas diferentes, ou melhor, por infinitos pontos de vista diferentes, por meio de mais de seiscentos personagens. É um feito literário considerável, e sempre me surpreende como ele consegue diferenciar tantos personagens.

Tentando mais uma vez a tarefa impossível de falar um pouco da trama de Dust of Dreams sem dar spoilers, já que estamos no nono volume de uma saga imensa, vou colocar em termos genéricos para ressaltar o que mais gostei desse livro.

A trama Dust of Dreams acontece no continente de Letherii, onde o exército exilado da Adjunta Tavore começa sua marcha para dentro das Terras Devastadas, para lutar em uma causa desconhecida contra um inimigo que nenhum malazan vira. Essa jornada causa uma convergência de forças a favor e contra a empreitada dos Malazans, sejam de tribos e reinos que serão atravessados pelas tropas de Tavore, seja por uma legião formada por outras raças não-humanas que possuem suas próprias buscas e guerras a serem travadas para sobreviverem ao que acreditam ser um evento de proporções apocalípticas.

Dentro deste cenário, Steven narra centenas de dramas pessoais por centenas de perspectivas diferentes. Ele mergulha o leitor em uma miríade de diferentes perspectivas, vemos a brutalidade tribal dos Barghasts, por exemplo, por dentro da visão de mundo destes selvagens. Andamos e sofremos a fome e o canibalismo de uma legião composta de milhares de crianças órfãos das guerras que se passaram em outros volumes, pela perspectiva desses próprios órfãos, entre centenas de outras narrativas interessantes e sombrias. Tudo com disgressões filosóficas impactantes, os personagens de Erickson refletem sobre o que acontece, estabelecendo pontos entre o mundo de Malazan e os aspectos mais sombrios da nossa miserável realidade contemporânea.

Dust of Dreams, assim como os outros livros da série, são vários livros misturados em um tomo de mil e duzentas páginas. E como os outros tomos, recomendo, para quem está interessado em ler a saga de fantasia brutal e épica mais complexa jamais criada pelo homem, ler consultando a Enciclopédia Malazanica, a Malazan Wiki, que ajuda muito na imersão nesse universo.

E agora, com o coração apertado, começo a ler o VOLUME FINAL da Saga Malazan, THE CRIPPLED GOD.

Pela baba nojenta do Deus da Morte Hood! Recomendadíssimo!

MINHAS RESENHAS ANTERIORES DA SAGA MALAZAN

malazan

ALGUMAS CENAS DO LIVRO FEITAS POR FÃS, SEM DESCRIÇÃO PARA NÃO DAR SPOILER! :)

9780765376855 Bridgeburner_Sappers_Colored_by_Nether83  Império Lether orb-sceptre-throne post-2837-126916181078 post-16056-0-83689100-1354750655

images slow_ass_speedpaint_3__sha_ik_by_slaine69-d71lz6p

Um comentário em “Resenha: Dust of Dreams, Vol.9 da Saga Malazan,Fragmentando a Narrativa de Fantasia Épica #nitroblog

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s