Na mini-série Conan e os Demônios de Khitai, vemos Conan, em sua fase como rei da Aquilônia, indo para o lado oriental do mundo Hiboriano, respondendo a um convite para estabelecer relações de comércio com o reino de Kithai.

A mini-série da Dark Horse de 2006 foi publicada no Brasil pela Mythos, e, apesar das capas não serem tão boas como as ilustrações internas, é uma boa história, jogando o cimério em um cenário de inspiração oriental.


JLxtaAP

Kithai é apenas citado nos contos originais de Howard, mas em uma de suas cartas, ele supôs que o Conan Rei teria visitado suas terras. Para explorar essa região, a Dark Horse chamou o roteirista japonês Akiro Yoshida e o artista koreano Paul Lee.

O roteiro é simples, mas se destaca pelo cuidado na descrição do reino de Kithai. Akiro misturou vários elementos das culturas antiga da China, Japão e Koreia, criando um cenário interessante, que, infelizmente pelas poucas páginas da mini-série, não foi muito explorado.

kcdDZPa

Gostei muito da arte da mini-série, que, por incrível que pareça, é melhor do que a arte estilizada das capas. Se você desistiu de ler essa mini-série por causa das capas, a arte interior é mais realista, e possui um trabalho de pintura digital bem legal.

1byPFNl

Gostei também de ver Conan interagindo com a cultura marcial oriental, ficou bem bacana a interação entre a honra guerreira do cimério com as tradições inspiradas nos samurais de Kithai.

khit22
Fica a recomendação, não tem muita profundidade, mas o roteiro tem bastante pancadaria, monstros inspirados em lendas orientais e o Conan lutando contra samurais e ninjas! :)

Digital Dark Horse

Conan And the Demons of Kithai

 

Anúncios