Prince of Nothing #3 The Thousandfold Thought – O Horror Apocalíptico de uma Guerra Santa #nitroblog

A saga Prince of Nothing encerra de maneira apocalíptica e brilhante o esforço monumental de R. Scott Baker na criação de uma Cruzada sendo sequestrada e manipulada por um messias impuro. Esse é mais um livro contemporâneo de fantasia que rompe com os limites desse gênero de literatura, e ambiciona entrar em discussões filosóficas sobre a natureza da realidade e sua relação com a complexidade da psique humana.

9781841494128

CENÁRIO:
Ness terceiro livro descobrimos mais sobre o mundo de Eârwa, com o avanço da Guerra Santa liderada pelo Guerreiro Profeta. As descrições dos reinos e das batalhas é impressionante. Mais do que nos outros dois livros, em Thousandfold Thought é batalha para todos os lados! Muito épico e bem descrito, principalmente o modo como a magia interage com as batalhas.

RITMO:
Mais rápido do que o segundo livro da série, além de ser mais curto. As páginas correm sem parar e acontecem tantas mortes de personagens estabelecidos na série que não conseguir parar de ler até chegar ao final. E o clímax da história, apesar de um pouco confuso por alternar vários Pontos de Vista no meio de uma batalha ultra épica, foi satisfatório, e o mais importante, revelou TODOS os mistérios colocados nos primeiros dois livros.

AÇÃO:
Mais batalhas, mais combates épicos, efeitos de magia sensacionais! Tudo de bom, o cara é foda em descrever cenas de ação!

TEMAS:
A saga Prince of Nothing recria as Cruzadas em um mundo original e complexo. Essa recriação serve para o autor explorar todas os aspectos de uma guerra religiosa. As manipulações políticas, o fanatismo religioso, a degeneração e transformação por que passam os povos envolvidos em uma guerra santa, e principalmente, como surgem líderes religiosos messiânicos. Tudo isso em meio a temas recorrentes da fantasia contemporânea, como jornada de vingança, busca de identidade, busca de sentido, entidades malignas que buscam destruir o mundo e a jornada de protagonistas buscando prevenir este apocalipse.

Nas mãos de um escritor mais inexperiente, o resultado poderia ter sido terrível, mas, apesar de carregar na seriedade e na filosofia em algumas partes, R. Scott Baker criou uma obra que merece ser lida e relida.

Assim como a saga Malazan de Steven Erickson (que mais se assemelha a saga Prince of Nothing), recomendo a leitura dessa trilogia apenas para aqueles leitores que já estão muito acostumados com a literatura de fantasia e estão dispostos a serem desafiados por um autor sensacional. A saga, como disse nas resenhas dos livros anteriores, é completamente nihilista, amoral e muito sombria, repleta de anti-heróis amorais e egoístas e vilões extremamente desprezíveis. É uma fantasia para adultos, com muitas cenas de violência, sexo, estrupro, canibalismo, e o escambau.

O que mais me chamou atenção foi o modo como a saga explora a psique de Kellhus, o messias da saga. De uma maneira bem corajosa, o autor descreve a frieza necessária para se tornar um líder messiânico. Imagino que o autor deva ter investigado histórias de líderes de seitas religiosas para criar o seu profeta, é uma visão secular e cética de como a mente humana é vulnerável a crenças e ao fanatismo.

ESTILO:
A linguagem e a escrita ficou mais enxuta nesse terceiro livro, e mais direta, o que gostei. Os combates envolvendo tropas e magos foram sensacionais, muito bem escritas. As partes mais filosóficas podem confundir um pouco quem não está acostumado com esse tipo de discussão, principalmente porque o autor entra em aspectos do pós-modernismo, derridá, etc. que podem ser muito estranhos para quem não teve contato com esse tipo de texto.

TRAMA:
Esse é um dos elementos em que o livro mais brilha. The Thousandfold Thought é um livro mais curto do que os anteriores, e como uma conclusão de uma trilogia, seu ritmo é bem mais rápido. Várias das linhas narrativas estabelecidas nos livros anteriores chegam a sua conclusão nesse livro, com reviravoltas e desenvolvimentos que me surpreenderam. É aquele tipo de livro que você termina e fala “a-há! caraca véi, é por isso que isso aconteceu, doidimais!” :)

O autor escreveu uma nova trilogia dentro do mesmo universo, a trilogia The Aspect-Emperor. Nessa nova trilogia, que se passa 20 anos após a primeira trilogia, ele já publicou

The Judging Eye (2009) e The White-Luck Warrior (2011). O próximo livro The Unholy Consult deve sair em breve. Eu vou esperar um pouco para ler o restante, mas com certeza quero saber do resto da história!

Fica a recomendação, selo Tio Nitro Approves! :D

3 comentários em “Prince of Nothing #3 The Thousandfold Thought – O Horror Apocalíptico de uma Guerra Santa #nitroblog

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s