NitroDicas 08: Construindo Personagens na Narrativa! #dicasparaescritores

Nesse NitroDicas para Escritores Iniciantes, falo das ferramentas que o escritor utiliza para construir seus personagens dentro da narrativa.

nitrodicas 8 construindo personagens na narrativa

Construindo Personagens na Narrativa!

* A parte mais difícil é revelar seus personagens para seu leitor enquanto você mantém a história se movendo.

* Procure sempre mostrar ao invés de narrar as motivações do seu personagem. Mostre que seu personagem é através de suas ações e palavras.

* Ferramentas para mostrar seu personagem para o leitor:

1) Diálogo: O que o personagem fala, como ele fala, se ele mente ou não, o tipo de vocabulário que ele usa, a velocidade da sua fala, seus erros gramaticais. Tudo isso são dicas para indicar ao leitor se ele deve gostar ou odiar o personagem, confiar ou desconfiar, respeitar ou temer, etc.

Diálogos revelam os personagens através de sua interação com outros personagens, contrastando psicologias. O contraste acentura as características dos personagens, crie sempre grupo de personagens com características psicológicas variadas, para criar conflito e contraste.

2) Ação: Um personagem é o que ele faz, mesmo que seja o oposto do que ele diz. Mostre seu personagem através de suas ações e linguagem corporal, indicando suas emoções ao invés de narrar as emoções. Descreva se seus punhos se fecham, se ele cerra dos dentes, se passa a mão na cabeça, se tensiona os ombros, como ele senta, levanta, se move. Ações falam mais alto do que palavras. Quando as ações dizem uma coisa e as palavras outras, tendemos a acreditar nas ações.

3) Descrição: O modo como ele olha o mundo, como o seu ponto de vista interfere na narrativa revela o personage. Use o Ponto de Vista para mostrar quem seu personagem é.

4) Monólogo Interior: É o quê o seu personagem pensa, é uma janela direta para a mente do personagem. Trabalhe seus pensamentos, a escolha das palavras, os tipos de imagens, de memórias, se emoções que ele tem em su amente. Use o monólogo interior para revelar os conflitos internos, o modo como ele chega a conclusões em relação ao que está acontecendo em sua volta. Pelo monólogo interior você mostra diretamente ao leitor como é a personalidade do seu personagem, em tempo real.

5) Emoção Interior: Diferentes personagens possuem diferentes graus e variação de emoções. Algumas pessoas reagem exageradamente a tudo, outras levam tudo numa boa, outras são incapazes de reagir passionalmente ao que acontece. O modo como seus personagens reagem emocionalmente revela muito dos personagens para os leitores.

6) Flashback: Essa é uma ferramente que deve ser usada com cuidado e esporadicamente. Flashback é trazer a tona uma memória do passado. Toda vez que surge um flashback, o fluxo da narrativa é interrompido, assim ele tem que ser bem feito e bem escolhido, não desperdice um flashback com eventos não importantes. Use para os momentos mais importantes da vida do seu personagem e que são RELEVANTES para o presente da narrativa.

O segredo é narrar um Flashback como se fosse uma ação do presente, e o mais delicado é a transição entre o Presente da Narrativa, e o Presente do Flashback.

Contato:
prof.newtonrocha@gmail.com

Anúncios

3 comentários

  1. Cara, faz muito tempo que eu acompanho o seu trabalho, mas não conhecia esse blog e essas dias sobre literatura!
    Gostei muito do vídeo. As dicas são passadas como dicas mesmo, não como paradigmas sagrados huahauha! Parabéns, Nitro!

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s