Hoje vou mestrar a sessão 8 da minha Campanha Reino do Terror para +2d6, mas vou mudar a maneira de mestrar.  Depois de terminar de ler a Carrion Crown, a campanha da Paizo que estou baseando a minha campanha, decidi desmembrar toda o Adventure Parth (a aventura pronta) e mestrar de maneira mais livre, alterando tudo e seguindo mais o que os jogadores criarem na mesa. Eu sempre faço isso com minhas campanhas, começo com uma aventura pronta e depois vou improvisando e criando em cima, e devo fazer o mesmo com a Reino do Terror.

O que eu costumo fazer, quando desmembro aventuras prontas, é tirar as cenas mais legais e os NPCs mais interessantes e usá-los dentro da improvisação com base no que os jogadores criam e decidem no jogo. Isso já está acontecendo com a campanha, as últimas sessões saíram totalmente do roteiro original da aventura pronta, e vai acontecer mais ainda daqui para frente! :D

Então para quem segue a campanha e conhece a aventura original, já vou logo avisando que vai mudar muita, mas muita coisa mesmo! São efeitos de ler o jogo narrativista fodásico Dungeon World, e usar os princípios no meu +2d6. O Dungeon World  deve ser lançado em breve pela Secular Games, COMPREM PORQUE É DOIDIMAIS VÉÉÉÉÉI!

Então é isso aí, e vamos jogar RPG porquê RPG é doidimais!

battle2

 

Anúncios