Reino do Terror 02 – Canções das Trevas – Fotos+Sessão Gravada+Fantasia Medieval +2d6 doidimais!

Mais uma sessão da Campanha Reino do Terror (Fantasia Medieval +2d6 – adaptação da Aventura Carrion Crown da Paizo), onde os nossos heróis enfrentam as sombras do passado de Ravengro!

A sessão foi muito engraçada, com vários momentos doidimais! :)

Download da Sessão

Reino do Terror 02 – Canções das Trevas (3 horas e 38 minutos – 100 mb)

Escute Online! (4shared)

Episódios Anteriores:

Página Principal da Campanha Reino do Terror – Forgotten Realms +2d6

Cena 01 – Cervejas e Pesquisas

Os heróis decidiram ficar na casa de Kendra Lorrimor. Taeron e Tulissa pesquisaram a noite inteira para saber informações sobre os tomos que o Prof. Lorrimor deixou para que levassem para Lepidistat.

Hanz e October decidiram vender cervejas em Ravengro para comprarem um carro de boi e levar a coleção de cervejas raras de Lorrimor para Lepidistat. Val se ofereceu para vender as cervejas como uma vendedora ambulante. A Val saiu de madrugada e acabou bebendo as cervejas que tinha que vender, voltando chapada para a casa do Professor Lorrimor. A pequena tábua para vender cervejas, feita por Oktober e decorada por Hanz, tinha quebrado, e Val reclamou muito por causa disso.

Os heróis tentam dormir nos quartos cheios de tralha do Professor Lorrimor, porque ele era um “hoarder”, um viciado em juntar tralha e colecionar coisas sem importância. Os quartos estavam lotados de tralhas, e os heróis tiveram que se ajeitar como puderam.

Cena 02 – Pesadelos

Val tem um pesadelo onde acordou em um quarto de prisão. Ao olhar a janela, ela viu de longe a cidade de Ravengro, como se ela estivesse nas ruínas que estavam na colinas próximas a cidade.

No chão ela viu que estava acorrentada, em cima de uma cama de palha e com um prato com restos de comida, cheio de barata.

Ela começou a ouvir vozes de crianças cantando a seguinte música:

Letra da Música das Crianças:

Pegue uma faca e corte sua garganta

Olhe o sangue sair da flauta

Alimenta os monstros, fugir não adianta

Escreve seu nome com suas entranhas

Mata sua mulher com um martelo

Coleciona crânios com esmero

O padre enganador mente ao falar

Escute com cuidado ele vai te matar!

Uma figura cabeluda e de sombras apareceu na porta de grades da prisão. A figura tinha um martelo fantasmagórico com brilho azulado em sua mão.

Nesse momento Val acordou e saiu do quarto, de camisola negra com caveiras, acordando todos e contando o que aconteceu.

Taeron, com ajuda de Tulissa, descobriu detalhes sobre os tomos de Lorrimor.

TOMOS ESTUDADOS:

O Manual da Ordem Palatina:

Magias da ordem, círculos de proteção contra o mal, e descrições de monstros. O livro está em código. Taeron poderia aprender a fazer círculos de proteção se estudar o livro.

Servindo a sua Fome

Livro maligno com códigos, símbolos e que causa insanidade. Um bilhete do Prof. Lorrimor pedia para que o Mestre Awar (o druida mestre de Dora) levasse o tomo negro para a Grande Árvore na Shudderwood para destruí-lo. O livro não pode cair nas mãos da seita do Caminho Sussurante.

Tulissa reconhece a Prisão de Harrowstone, que pesquisou nos livros de Lorrimor, como sendo a prisão da cela do sonho de Val.

Cena 03: Uma Notícia Horrenda

Depois do café da manhã preparado por Kendra Lorrimor, eles discutiram sobre os tomos de Lorrimor. Haz queria se livrar logo dos tomos, mas o grupo resolveu levar os tomos para Lepidstat. Decidiram também ir até o cemitério, na falsa cripta, para pegar as armas mágicas de Lorrimor para enfrentar fantasmas.

A Cidade de Ravengro

A Cidade de Ravengro

Na ida Oktober e Hanz encontraram com Jofra, a anã ferreira, que deu um amasso no Oktober, e sem seguida disse que houve um assassinato no dia anterior. Ela disse que o xerife da cidade Benjan Caeller suspeitava de Val, pois ela estava de madrugada na cidade. Jofra disse que alguém foi morto na cidade e o assassino usou seu corpo e seu sangue para dessecrar o memorial da cidade (a estátua enorme que estava na entrada da cidade).

Zokar Ekarid, o dono da taverna Laughing Demon saiu de sua taverna gritando desesperado que seu filho Pevrin Elkarid estava morto. Os heróis decidiram ir até o memorial e depois irem no cemitério.

Cena 04: O Horror no Memorial

O memorial era uma estátua do Diretor Hawkran, o diretor da Prisão de Harrowstone (que agora eram apenas ruínas). A estátua, um homem de uniforme com um enorme porrete, estava coberta por restos e entranhas de um homem e banhado de sangue. Na base do memorial, em cima dos 25 nomes escritos, as letras VE estavam escritas de sangue.

A população da cidade estava em torno do memorial, todos desesperados.

Padre Grimburrow

Padre Grimburrow

O Padre Grimburrow gritou que o que estava acontecendo era uma punição de pecados do passado e conclamou os fiéis para ir para a igreja. O xerife Benjan Caeller interrogou os heróis, desconfiado e os ameaçou. Dora começou a imitar o xerife e quase fez com que todos os heróis fossem presos.

Conselheiro Hearthmouth

Conselheiro Hearthmouth

Os heróis investigaram o memorial e descobriram um anzol no meio dos restos do corpo de Pevrin. Eles também descobriram que Pevrin foi lançado com muita violência contra a estátua, por uma criatura de força sobre-humana.

O anzol os fez desconfiar dos pescadores liderados por Quibs Hephenus, os mesmos que causaram problema no cemitério. Em seguida retornaram em sua ida para o cemitério.

Cena 05: Tentativa de Suicídio

Antes de ir para o cemitério, eles passaram no Outward Inn, onde encontraram com Sarianna Vai consolando Linda, a noiva de Pavrin (que foi morto no memorial).Linda estava desesperada. Sarianna disse que iria cobrar a notie que não dormiram em sua taverna, mas Taeron conseguiu negociar.

Dora se lembrou do lenço que encontrara no memorial e entregou para Linda. Ao ver o lenço de Pavrin, a mulher desesperou e entrou correndo na taverna, querendo suicidar pulando de uma das janelas.

Taeron correu atrás dela e a salvou com seus poderes mentais, impedindo-o de saltar. Ao ser salva, Linda acabou apaixonando-se por Taeron.

Cena 06: As Meninas

Antes de chegarem no cemitério, os heróis vêem meninas cantando perto da ponte que dava para o cemitério.

Val ficou lívida quando percebeu que as meninas estavam cantando a mesma música do seu pesadelo:

Letra da Música das Crianças:

Pegue uma faca e corte sua garganta

Olhe o sangue sair da flauta

Alimenta os monstros, fugir não adianta

Escreve seu nome com suas entranhas

Mata sua mulher com um martelo

Coleciona crânios com esmero

O padre enganador mente ao falar

Escute com cuidado ele vai te matar!

No final da música elas caíram no chão como se tivessem morta. Dora começou a brincar com elas.

Val colocou sua máscara de caveira e viu que elas eram humanas e não fantasmas, porém as meninas morreram de medo da máscara e saíram correndo.

Dora e Tulissa conversaram com as meninas.

As meninas Daisy (filha de Sarianna) e Rose (filha de Jofra) depois de muita discussão concordaram em conversar com elas em trocas de pedras luminosas criadas por Tulissa, a Confessor.

Eles descobriram que a música é sobre 5 homens ruins que vieram na cidade a muito tempo. Os 5 homens ruins morreram por causa de um raio que caiu do céu.

Cena 07: A Falsa Cripta

Os heróis seguiram para a falsa cripta do cemitério, onde Lorrimor tinha indicado que estava vários equipamentos úteis contra fantasmas.

Val abriu a fechadura e eles entraram. Na cripta foram atacados por duas centopeias gigantes, que usavam o lugar como um ninho. Depois de um combate horrendo, onde Dora conseguiu prender uma das centopéias gigantes no teto, usando as raízes das árvores do cemitério (a cripta era subterrãnea), eles conseguiram matar os monstros.

Centopéias Gigantes!
Centopéias Gigantes!

Dentro de um sepulcro, eles encontraram algumas poções de cura, umas granadas mágicas especiais criadas pelo Prof. Lorrimor para serem usadas contra assombrações e uma Tábua dos Espíritos mágica, que poderia ser usada para se comunicar com o além.

Cena 08: O Ataque dos Stirges

Os heróis retornaram para a Hospedaria de Sarianna, onde Dora remendou e decorou o manto de Taeron, que tinha buracos por causa do sangue ácido das centopéias gigantes.

Enquanto Hanz foi tomar um longo e demorado banho, Oktober saiu para a praça de Ravengro para relaxar. No centro da praça um grupo musical contratado pelo prefeito Harthmouth para acalmar a população, tocava para uma multidão.

De repente, três stirges (monstros enormes como pernilongos gigantes assassinos) surgiram e atacaram a população, atraídos pela música. Oktober partiu para cima dos Stirges, mas quase caiu de tantos ataques.

Stirge
Stirge

Os demais heróis acudiram o anão, com Val e Tulissa pulando pela janela da hospedaria e caindo em cima dos tomates da Donaveya, que desesperou. Hanz saiu de toca e toalha, armado de seu florete para tentar salvar seu irmão.

Depois de um combate feroz, os heróis conseguiram vencer os stirges. Enquanto os monstros agonizavam, uma assombração enorme, feita de sombras e carregando uma flauta de roxo brilhante fantasmagórico surgiu no centro da praça. A assombração começou a tocar sua flauta e deixou vários heróis e parte da população elouquecida. Os heróis, usando seus poderes e uma das granadas anti-assombrações, conseguiram espantar a entidade, que desapareceu gargalhando.

Próxima Sessão: Segredos do Passado de Ravengro!

PERSONAGENS DOS JOGADORES

Val Hellsing – Caçadora de Monstros

Jogadora: Érika Tuz

Descrição:

Roupa de Couro negra com vários detalhes com caveiras, visual ultragótico. Cabelos negros e pele pálida, com uma série de intens mágicos que a deixam capaz de caçar vampiros e outros monstros da noite. Cabelos encaracolados e negros e olhar nervoso.

Possui uma máscara de caveira que a permite ver no escuro. Tem um cinturão com presas de vampiros que curam suas PVs. Ela é perseguida por sua irmã, uma Lorde Vampira.

História:

Quando era pré-adolescente, sua irmã virou vampira e matou sua família. O Professor Lorrimor, da universidade de Lepidstat do norte do Reino de Ustalav a educou para ser uma Caçadora de Monstros, ensinando tudo que ele sabia. Val Hellsing cresceu em Lepidstat depois que foi adotada pelo Professor Lorrimor.

Motivação: Val Hellsing partiu em sua jornada para matar ou salvar sua irmã da maldição vampírica.

Tulissa – Confessor de Tyr

Jogadora: Paula

Descrição:

Branca com cabelos negros, lábios rosa.

Motivação:

Cresceu nas Dalelands (As Terras dos Vales), e entrou no tempo de Tyr quando criança. Recebeu o treinamento para se tornar uma Confessor, uma sacerdotisa capaz de dominar as mentes de outras pessoas. Ela é a primeira das novas guerreiras de Tyr, as Confessor. Tuliça está em treinamento, é uma noviça e foi para Ustalav para se encontrar com o Prof. Lorrimor.

O Prof. Lorrimor trabalha junto com o Templo de Tyr nas Dalelands para evitar que o Necrotirano volte. O Sacerdote Remariz, o superior de Tuliça, está preocupado com as suspeitas de Lorrimor sobre a ascenção das forças das trevas, que deram o poder ao Necrotirano no passado.

Hanz Caneca-de-Pedra – Anão Guerreiro e Elegante, dono de Cervejaria em Leipidstat

Jogador: Tio Nitro

Descrição:

Primo de Oktober Caneca-de-Pedra, Hanz possui uma cervejaria gourmet em Lepidstat, um anão hipster. Primo de Oktober!

Motivação:

Se une a Oktober para abrir mais tavernas pelo Reino de Ustalav e o ajudar guiando pelos condados. O Prof. Lorrimor era um grande apreciador das cervejas Caneca-de-Pedra.

Oktober “Fast” Caneca-de-Pedra – Anão Bárbaro e Cervejeiro das Montanhas da Mandíbula do Dragão

Jogador: Anso

Descrição:

Tem cabelos loiros partidos no meio e um bigode pontudo para baixo. É bem corpulento, mas muito ágil no manejo do machado e das canecas de cerveja, o que lhe concedeu o apelido de “Fast”.  Tem uma caneca que transforma água em cerveja e fica furioso se não estiver com ela por perto. O símbolo do seu clã é uma caneca com uma folha de cevada esmagando a cabeça de um orc (caneca de pedra, oras). É do clã Stone Cup (Caneca-dePedra) famoso pelos seus anões mestres cervejeiros.
História:

Cresceu nas montanhas ao norte da Terra dos Vales ouvindo as histórias de que o Necrotirano roubou todo o tesouro dos Anões do Norte de Ustalav e os expulsou do reino. Quer trucidar aqueles que expulsaram o seu clã da região além de tentar reconquistar a confiança do povo de Ustalav levando a cerveja dos Caneca de Pedra para os 4 cantos do reino. Os anciões não gostaram dessa idéia e preferiram manter a produção de cerveja exclusiva para os anões. Sentido-se desonrado Oktober cometeu um ato extremo: cortou com o machado todas as tranças da barba, bigode e dos longos cabelos (tradicionais dentro do clã) e prometeu que deixará o cabelo e a barba crescerem novamente quando tiver reconquistado o tesouro perdido dos anões.

Motivação:

Foi para Ustalav em busca do Professor Lorimor, um amigo dos Caneca-de-Pedra, que teria descoberto uma pista do paradeiro do tesouro roubado dos anões pelo Necrotirano. Conta com a ajuda do primo Hanz Caneca-de-Pedra que mora em Lepidstat e também é um grande apreciador de cerveja. É apaixonado por cerveja e está sempre tentando criar novas receitas e métodos de fermentação da bebida.

Dora – Druida da Shudderwood

Jogador: Leo

Descrição:

Tem cabelos loiros e é toda feliz. Muito bela mas meio caótica. É alegre e faz crescer flores por todos os lados. Ela segue o Deus Silvanus.

História:

Durante uma guerra civil em Ustalav, Dora foi abandonada na Shudderwood, no Norte do Reino de Ustalav. Awar Marivaldi, o Mestre Druida de Shudderwood (e membro da Ordem Palatina) a adotou e a treinou. O Mestre Awar era amigo e aliado do Prof. Lorrimor e ia até a Shudderwood para consultar o Mestre Awar sobre plantas para caçar monstros. Havia uma comunidade de Elfos do Sol em Lorzeri durante a época do Necrotirano. Mestre Awar é um veterano da Cruzada da Luz que derrubou o Necrotirano.

O Mestre Awar esta preocupado com o aumento da atividade dos lobisomens na Shudderwood ( e enviou mensagens para Lorrimor por meio de águias inteligentes), e com um praga negra que está matando as árvores de Shudderwood.

Motivação:

Com o desaparecimento do Prof. Petros Lorrimor, seu Mestre Awar a enviou para Ravengro para investigar o seu desaparecimento.

Taeron Moonstone – Mago Elemental e aspirante a necromante

Taeron “Mantonegro” Moonstone – Mago Elemental e aspirante a necromante

Jogador: Mário

Descrição: Um mago estudioso, ambicioso e arrogante. Bastante alto e esguio, olha outras pessoas, literalmente, de cima. É um dos melhores alunos da Universidade de Lepidstat. Veste sempre um manto negro e não gosta de ser visto em suas peregrinações noturnas às bibliotecas da universidade.

História:

Vindo de uma famíliade agricultores das Dalelands, Taeron se destacou desde cedo em sua vila pela capacidade e vontade  de aprender. A vontade de ser um mago se firmou ainda criança, quando Elminster livrou facilmente a vila de um ataque de goblinoides. Seu fascínio era menos pelo ato, mas sim pelo poder proporcionado pela magia. Conseguiu ingressar em uma academia de magia, mas logo percebeu que a filosofia dos magos das Dalelands, voltada para a ajuda ao próximo e sedenta por heroísmo, não era o que buscava. Em sua constante procura por conhecimento e poder, fez desafetos e –  por “diferenças de pensamento” –  foi expulso da academia. Procurou em Lepidstat um ambiente que aceitasse melhor seus anseios (e também certas escolas específicas de magia). Foi um dos melhores alunos do Dr. Petros Lorrimor, que reconhecia nele potencial para um grande mago, mas ficava sempre atento a possíveis desvios éticos.

Motivação: Conhecimento é a palavra chave que leva Taeron Mantonegro adiante. Ele tinha uma vaga noção de que o professor estava envolvido em mais do que parecia – o que atiça sua curiosidade.

Contato:

Anúncios

9 comentários

  1. muito legal ouvir vcs jogarem me divertir,me senti junto com vcs na mesa,gostaria de morar proximo de vcs para jogar com esse turma muito simpatica,mas tambem tenha minha turma em sampa.abraçosssssss…..muito bom parabèns…

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s