“Rebelião em Sembia” – 25º Ep da Campanha “Império das Sombras” (Forgotten-D&D 4e)+Fotos

Neste episódio (que foi jogado em duas sessões de 6 horas cada!), a saga termina em um combate épico entre as forças netherianas e os nossos heróis, mudando o curso da história de Faerum!

A CAMPANHA “O IMPÉRIO DAS SOMBRAS” – D&D e Forgotten Realms 4ª Edição

Os povos livres dos Reinos estão em perigo. O Império de Netheril, junto com aliados misteriosos ameaça acabar com a paz na região central de Faerum, e uma guerra entre Cormyr e Netheril é iminente. A campanha coloca os heróis no centro desse grande conflito, que pode transformar completamente Faerum!

Os temas da campanha são a guerra e seus efeitos, a importância das alianças diplomáticas, os sacrifício que devem ser feitos e o preço cobrado pela vitória ou pela derrota no campo de batalha.

Leia os episódios anteriores nesse link!

_________________________________________

Mapa de Forgotten Realms em 1479

Mapa de Forgotten Realms D&D 4ª Edição - DR 1479
Mapa de Forgotten Realms D&D 4ª Edição – DR 1479

_________________________________________________

GRUPO DE AVENTUREIROS ATUAIS (Nível 16)

Huo Quiang  “Punhos de Fogo” (Leo – Monje Meio-Orc do Templo das Mil Luas, Região de Sundabar, “Hoguk Urghat” nome orc)

Hoguk Urghat, nasceu em uma vila próspera de orcs próxima de Sundabar. Foi levado ainda novo ao Templo das Mil Luas afim de encontrar respostas a tantas perguntas que tinha.Anos depois com o nome de Huo Qiang Urghat, Punhos de Fogo, saiu do templo com um objetivo claro, refazer os passos do lendário meio-orc monge, Lee Fang Tchong e descobrir algo sobre aquele que fora um dos fundadores do templo e detentor de grande sabedoria.

Marisol de Sune (Érika “Tuz” Esposanerd – Clériga de Sune, Deusa da Beleza)

Romântica por natureza, eternamente alegre e com toda frescura e caprichos vindos de sua infância nas mansões de uma das mais poderosas famílias de Sembia, Marisol Uskreven é uma exilada de sua cidade.

Diário de Campanha de Marisol de Sune

Kalian Wyght “Rasga-Bucho” (Anso – Ladino de Sembia)

Kalyan - O Ladino de Sembia

Oriundo dos locais mais sombrios e sem-lei de Sembia, Kalian não é um simples ladrão. Ele busca a redenção de uma grande tragédia que ocorreu em sua vida.

Diário de Kalyan “Rasga-bucho”

Lady Arytanna de Selune (Paula – Paladina de Selune, A Grande Deusa da Luz )

Lady Arytanna - Paladina de Selune

Vindo de Arabel, Lady Arytanna recebera uma visão de uma grande sombra avançando para seu amado reino de Cormyr. Seguindo a visão, ela descobre que deve se encontrar com uma mensageira de Sune.

Auden Thundersword – Mário (Senhor da Guerra, Ex-Comandante do Exército de Cormyr)

Auden Thundersword - Senhor da Guerra 2º Nivel

Auden era um capitão dentro do exército de Cormyr, muito preocupado com o avanço do Império de Netheril. Por achar que o Cormyr não reconhece o verdadeiro perigo do Império, ele sai do exército em busca de provas dos planos de dominação de Netheril, além da fortuna como mercenário. Auden é muito inteligente e astuto, porém vingativo e muitas vezes frio e calculista. É cético e leal apenas a sua própria causa.

______________________________

“Rebelião em Sembia”- 24º Ep da Campanha “Império das Sombras”

Terceiro Arco de Aventuras: “Contra o Império!” (Níveis 12 a 16)
1479 DR, Ano do Ser Que Não Tem Idade, de 10 e 11 de Mirtul, Primavera de Faerun.

EPISÓDIO ANTERIOR

Os heróis conseguiram alguns aliados em Sembia para tentar recuperar a Espada Obasrkyr e resgatar os pais de Auden Thundersword e os demais Lordes Mercadores de Marsember. O dia da execução dos Lordes de Marsember estava se aproximando, e os heróis tiveram que correr contra o tempo para terem uma chance para interromper a contínua expansão do Império Netheriano. O plano é criar uma rebelião em Sembia, que possa abalar o Império.

CENA 01 – COMPLICAÇÕES E O MONGE NO QUARTEL

Depois de conseguirem o apoio de Lorde Kevlan para a rebelião em Sembia, que colocaria Marisol Uskreven no lugar de Thamalon Uskreven, os heróis seguiram em busca de novos aliados. Eles foram até a mansão do Barão Soargyl, que depois de uma discussão tensa, concordou em ajudar na rebelião caso os heróis assassinassem seu principal rival na indústria de Vinhos Sembianos, o Barão Sorgo (braço direito de Lorde Thamalon). Kalian concorda imediatamente e segue para a mansão do Barão Sorgo, planejar o assassinato.

Huon Quian decide se infiltrar no quartel da milícia de Sembia, para estar próximo do pátio de execução e poder atacar Lorde Thamalon de surpresa. No quartel, Huon Quian, como um meio-orc, acaba entrando como um substituto de um dos faxineiros do lugar. Lá, o monge descobriu que os meio-orcs de Sembia são rejeitados pela sociedade, e só são permitidos na cidade ao assumir cargos inferiores, como faxineiros, seguranças e lixeiros. O lixo da cidade de Sembia é todo recolhido pelos meio-orcs do lugar, e eles vivem no Bairro dos Rasga-Gargantas, um lixão gigantesco na parte norte da cidade, cercado e patrulhado pelas milícias.

Huon Quian também consegue entrar em contato com o Capitão Teldonius e sua primeira-imediata Zarana (a mulher guerreira mercenária de um olho só que teve um caso com Huon Quian na viagem para Sembia). O monge acalmou seus amigos murmurando sobre o plano que eles tem em mente para o dia da execução.

Comentários:

Cenas de mais interpretação com alguns testes de perícia pontuais. Mestrei de maneira bem flexível, para ver como a história iria se delinear. A idéia de ir para o quartel das milícias da cidade foi dos jogadores, a idéia básica era de se disfarçar de soldados, mas na hora que Huon Quian chegou no quartel, me veio a inspiração de criar uma sub-história sobre os meio-orcs de Sembia, colocando-os como uma raça de oprimidos (estilo palestinos em Israel, por exemplo), o que deu uma semente para uma narrativa bem legal que aconteceu posteriormente.

CENA 02 – O ASSASSINATO DO BARÃO SORGO

Kalian e os demais sairam da mansão do Barão Soargyl e notaram Lady Beestinger (a dama do submundo de Marsember, com quem eles conseguiram uma aliança no passado). Depois de abordarem Lady Beestinger e seus guarda-costas em uma taverna, eles discutiram com ela sobre os planos. Ela, relutantemente, concordou em ajudá-los a entrarem na mansão do Barão Sorgo. Lady Beestinger tinha sido convidada para um almoço com os demais Lordes da cidade, em celebração da vitória de Netheryl contra Marsember e em preparação para a execução dos traidores no dia seguinte.

Os heróis se disfarçaram e  foram até o banquete do Barão Sorgo, como convidados de Lady Beestinger (que tinha prometido a Sorgo o monopólio do comércio de vinho em Marsember). O Barão Sorgo, um gigantesco e morbidamente obeso lorde, iria fazer uma “siesta” depois do banquete, deixando os convidados entretidos com os bardos contratados para a festa. Kalian, aproveitou esse momento para se esconder no quarto do Barão e matá-lo. Porém, o Barão se revelou um grande desafio para Kalian, pois o lorde possuía um segredo horrendo: dentro de sua gigantesca barriga, o barão guardava um demônio barbazu, com quem tinha feito um pacto a muitos anos atrás. Kalian quase morreu no combate preso sob o peso enorme do barão e os ataques do demônio, mas conseguiu matar o demônio e simular a morte do barão por engasgamento.

Comentários:

O assassinato foi bem divertido, com falhas críticas deixando a situação de Kalian bem teeensa! A volta de Lady Beestinger também aumentou mais a imersão no jogo, pois já era um PdM que os jogadores já tinham interagido antes e já tinham uma história com ela.

CENA 03 – MARISOL É PRESA!

Os heróis fogiram da mansão do Barão Sorgo e seguiram em direção à Taverna do Peixe Morto, o local onde era o esconderijo da Resistência de Sembia, para se encontrar com Larajin (a mãe de Marisol e líder da Resistência de Sembia). Ao chegarem lá viram que a taverna estava em chamas e os milicianos de Sembia, investigando o desaparecimento de Malagor e Rivalen, não deixavam ninguém chegar perto. Porém, no segundo andar da taverna estava o anão Harbek (que ajudou os heróis quando chegaram em Sembia), e Marisol, não ligando para os guardas, saiu em socorro ao anão.

Chutando os guardas para o lado, a clériga de sune convocou uma chuva em torno de si e partiu para salvar Harbek. Porém, por causa disso, Marisol acabou presa e levada para o quartel, onde estava Huon Quian disfarçado de faxineiro. O monge se surpreendeu quando Marisol foi colocada na prisão, junto com o Capitão Teldonius e Zarana.

Pior ainda, Erevis Cale, o pai de Kalian, foi até o quartel checar os prisioneiros e por sorte não reconheceu Marisol como sendo a herdeira desaparecida da família Uskreven! (Momento TEEENSOOO!).

Comentários:

A vantagem de se jogar uma campanha bem extensa é que os jogadores incorporam muito facilmente os personagens.  A reação imediata de Marisol foi bem legal no jogo, e criou mais uma complicação para a narrativa. Essa é a dica: complicações são o que geram narrativas interessantes, e quanto mais pessoal em relação aos PdJs melhor!

CENA  04 – O BAIRRO DOS RASGA-GARGANTAS

Os heróis se reúnem novamente e Huon Quian explica o que aconteceu com Marisol. O monge acredita que conseguiria convencer os meio-orcs oprimidos do lixão da cidade a se unirem e participarem da rebelião, visto que antes da ascensão de Lorde Thamalon ao poder, os meio-orcs tinham os mesmos direitos dos demais cidadãos de Sembia.

Eles seguiram para o lixão da cidade, onde encontraram a tribo dos meio-orc lixeiros dos Rasga Gargantas. Os heróis são bem recebidos, depois dos esforços diplomáticos de Huon Quian e o líder dos meio-orcs lixeiros, Gras Mur Sétimus (descendente de um lendário personagem dos jogadores, de uma campanha de mais de oito anos atrás), concordou em tentar ajudar o grupo. Porém, para que os heróis ganhassem o respeito entre os Rasga-Gargantas, Huon Quian deveria vencer os dois filhos de Gras Mur em um combate de honra, perante toda a comunidade. Huon Quian, com ajuda dos companheiros, enfrentou e venceu os dois filhos monstruosos de Gras Mur (Ras Mur, um meio orc – meio ogro gigantesco e sua irmã Getrudes Mur, que era maior ainda que Ras e que ainda estava a fim de catar Huon Quian e pegá-lo para companheiro, hehehehe).

Agora com o apoio dos meio-orcs, eles estavam prontos para o dia seguinte, o Dia da Execução!

Comentários:

Essa cena foi sensacional! Como Marisol estava presa, passei alguns PdMs para a Érika usar, o que contribuiu para que a narrativa ficasse mais imprevisível ainda. A cena do combate foi no estilo de Mad Max na Cúpula do Trovão, bem emocionante e divertida! :D

CENA 05 – O COMBATE ÉPICO DO DIA DA EXECUÇÃO

Depois de dormirem no lixão, sob o convite de Gras Mur Sétimo, os heróis foram para a praça principal de Sembia, onde seria a execução. Como planejado, Lorde Kevlan, Lady Larajin, Barão Soargyl e os meio-orcs Rasga-Gargantas se espalharam entre a multidão, enquanto Thamalon, Príncipe Yrdel e Erevis Cale, liderando uma tropa de dezenas de soldados netherianos, levavam os Lordes Mercadores de Sembia para o centro do pátio. Huon Quian conseguiu um lugar próximo ao local da execução e viu quando Marisol foi colocada na frente para ser executada junto com os demais traidores.

Após Thamalon ter feito seu discurso de vitória e de apoio ao Império Netheriano, Erevis Cale se aproximou para cortar a cabeça de Marisol. Nessa hora, os heróis atacaram em conjunto com seus aliados.

A partir daí ocorreram vários combates épicos, com Kalian enfrentando seu própio pai, Auden atacando seu tio, o Príncipe Yrdel e Huon Quian indo para cima de Thamalon (que tinha matado o grande mestre Lee Fang Tchong, da linhagem de monges de Huon Quian). A população, confusa em meio a guerra entre os soldados de Thamalon e Netherianos contra os aliados dos heróis, mudou para o lado dos heróis assim que Marisol se revelou como a herdeira desaparecida dos Uskreven (momento dramático doidimais!). Lady Arytanna conseguiu de volta a espada Obasrkyr e partiu para cima do Príncipe Yrdel também!

Depois do combate, com a população do lado dos heróis, eles finalmente conseguiram sua primeira vitória contra o império Netheriano!

Comentários:

O combate foi complexo, com os personagens (em nível 16) enfrentando vilões poderosos, cheios de golpes, contragolpes, magias, etc. punk pra caramba de mestrar! Estratégias de combate em níveis altos alteram de uma hora para outra, dependendo da imprevisibilidade dos poderes que vão aparecendo no jogo, mas foi bem divertido e um final a altura dessa parte da campanha. Agora, vamos para a última sessão, que vai acontecer 3 meses depois desses eventos. Os jogadores irão narrar o que aconteceu e vamos fazer umas rolagens durante as narrativas para colocar variações e imprevistos na narrativa. Depois disso, volta para a ação, com os heróis buscando libertar Cormyr das garras dos Drow Elfos de Matron Quentil Baerne e da cidade de Shade, do Império Netheriano. De posse da Espada Obasrkyr, Lady Arytanna poderá provar para os Povos Livres de Faerum que é a legítima herdeira do trono de Cormyr, e unir os povos contra a Tríade Negra comandada pelo Império Netheriano! Pela libertação de Cormyr, AVANTE! :)

FOTOS DA SESSÃO

http://newtonrocha.multiply.com/photos/album/323/323

____________________________

Contato

____________________________

Outros Artigos

Anúncios

5 comentários

  1. Estou lendo agora só li a primeira e agora a última.
    Com certeza vou ler as outras, achei esse monge meio-orc doidimais!
    Falou tio nitro…

  2. Sensacional! Muito bom cara, acompanhei desde o começo dessa campanha e é simplesmente de mais!
    Ve se aparece mais no twitter tio!

    Abração!

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s