13º Episódio:“O Horror dos Phaerimm!”-Campanha:“O Império das Sombras”(Forgotten Realms/D&D 4e)Aventura, Reporte de Sessão e Fotos![NitroDungeon-Aventuras]

Nesse episódio, os heróis terão que explorar as ruínas de um povo esquecido, enfrentar um Beholder Zumbi e  desafiar um dos maiores inimigos dos povos de Faerum! :)

_________________________________________________

A CAMPANHA “O IMPÉRIO DAS SOMBRAS” – D&D e Forgotten Realms 4ª Edição

Os povos livres dos Reinos estão em perigo. O Império de Netheril, junto com aliados misteriosos ameaça acabar com a paz na região central de Faerum, e uma guerra entre Cormyr e Netheril é iminente. A campanha coloca os heróis no centro desse grande conflito, que pode transformar completamente Faerum!

Os temas da campanha são a guerra e seus efeitos, a importância das alianças diplomáticas, os sacrifício que devem ser feitos e o preço cobrado pela vitória ou pela derrota no campo de batalha.

_________________________________________________

A CAMPANHA “O IMPÉRIO DAS SOMBRAS” – D&D e Forgotten Realms 4ª Edição

Leia os episódios anteriores nesse link!

_________________________________________________

GRUPO DE AVENTUREIROS

Stadt Jever “Cajado Vermelho” (Leo – Mago Eladrin de Evereska, “Eleril Taliesin” nome Eladrin)

Stadjever "Cajado Vermelho" - Mago Eladrin de Evereska

Stadt Jever (e quem for de BH saberá o segredo desse nome) é um Eladrin de Evereska, com fortes motivos pessoais para tentar conter a expansão do Império de Netheril pela região entre Sembia, Cormyr e as Daelands. Ele considera os netherianos como uma grande ameaça para a liberdade de toda Faerum.

Diário de Campanha do Stadt Jever

Marisol de Sune (Érika Esposanerd – Clériga de Sune, Deusa da Beleza)

Romântica por natureza, eternamente alegre e com toda frescura e caprichos vindos de sua infância nas mansões de uma das mais poderosas famílias de Sembia, Marisol Uskreven é uma exilada de sua cidade.

Diário de Campanha de Marisol de Sune

Kalian Wyght “Rasga-Bucho” (Anso – Ladino de Sembia)

Kalyan - O Ladino de Sembia

Oriundo dos locais mais sombrios e sem-lei de Sembia, Kalian não é um simples ladrão. Ele busca a redenção de uma grande tragédia que ocorreu em sua vida.

Diário de Kalyan “Rasga-bucho”

Lady Arytanna de Selune (Paula – Paladina de Selune, A Grande Deusa da Luz )

Lady Arytanna - Paladina de Selune

Vindo de Arabel, Lady Arytanna recebera uma visão de uma grande sombra avançando para seu amado reino de Cormyr. Seguindo a visão, ela descobre que deve se encontrar com uma mensageira de Sune.

Jelly Burork – Keziah (Guerreira, Ex-Soldado do Exército de Cormyr)

A Guerreira Cormiriana Jelly Burok

Jelly é a grande parceira de aventuras de Auden. Uma guerreira amante do combate, lutou junto sob o comando de Auden no exército de Cormyr. Nutre um grande ódio dos Netherianos devido a um acontecimento trágico em um combate contra o Império de Netheril. Ela acompanhou Auden quando este saiu do exército Cormyriano.

Diário da Jelly Burork

Auden Thundersword – Mário (Senhor da Guerra, Ex-Comandante do Exército de Cormyr)

Auden Thundersword - Senhor da Guerra 2º Nivel

Auden era um capitão dentro do exército de Cormyr, muito preocupado com o avanço do Império de Netheril. Por achar que o Cormyr não reconhece o verdadeiro perigo do Império, ele sai do exército em busca de provas dos planos de dominação de Netheril, além da fortuna como mercenário. Auden é muito inteligente e astuto, porém vingativo e muitas vezes frio e calculista. É cético e leal apenas a sua própria causa.

_________________________________________________

Campanha: “O Império das Sombras” – Forgotten e D&D 4ª Edição

13º Episódio: “O Horror dos Phaerimm”

Segundo Arco de Aventuras: “As Sombras Avançam!” (Níveis 5 a 8)

1479 DR, Ano do Ser Que Não Tem Idade, de 19 de Tarsak a 23 de Tarsak (4 dias) Primavera de Faerun.

_________________________________________________

Mapa de Forgotten Realms em 1479

Mapa de Forgotten Realms D&D 4ª Edição - DR 1479
Mapa de Forgotten Realms D&D 4ª Edição – DR 1479

_________________________________________________

Região da Campanha

Mapa da Campanha "Império das Sombras" - Arcos 1 e 2
Mapa da Campanha “Império das Sombras” – Arcos 1 e 2 (Clique para Ampliar)

_________________________________________________

Proposta da Aventura:

Essa sessão foi totalmente dedicada à exploração do Templo de Sseth, onde os heróis estariam a procura da Chave Arcana dos Phaerimm, um artefato mágico antigo que seria capaz de romper as barreiras mágicas e permitir a entrada na Torre Negra criada pelo Cristal das Sombras, Daecrenshinibon. A idéia era fazer uma dungeon crawl bem divertida, extensa e dando oportunidades para todos os personagens usarem tudo que possam fazer.

Além disso, quis colocar em prática também os Pontos Narrativos (cuja as regras vou colocar em breve aqui no NitroDungeon!), para fazer com que tanto a exploração quanto a própria montagem da dungeon fosse compartilhada com os jogadores. Assim, em muitas áreas da dungeon, deixei eles mesmos povoarem e descreverem o que tinha lá, dando apenas algumas dicas e sugestões como “essas ruínas atraem diversos tipos de monstros que vivem no pântano” e deixando-os colocarem os monstros que irão enfrentar. Fiz isso em algumas salas.

A outra idéia é fazer uma exploração bem cinematográfica, mesclando desafio de perícias com combate usando miniaturas, o que deixou a narrativa mais variada e interessante. Para deixar bem desafiador, não deixei eles descansarem entre um encontro e outro encontro, o que deixou o jogo mais hardcore e aumentou a estratégia.

_________________________________________________

Missões:

  • Vencer os desafios do templo, sobreviver aos ataques dos montros atraídos para o lugar.
  • Conseguir a Adaga de Korsus (o item mágico que quebra o cristal onde o Phaerimm com a Chave Arcana está preso).
  • Conseguir a Chave Arcana
  • Escapar do Templo

Missões Secundárias:

  • Explorar o templo e adquirir os itens mágicos dos Sarduks e de antigos e fracassados aventureiros, que estão espalhados nas salas do templo.

_________________________________________________

Locais da Aventura

Região entre Evereska e os Thunder Peaks

O caminho passa pelas terras desérticas das Stone Lands, pelas “Mesas” ou Chapadas da região de Lundeth até chegar nas florestas do Vine Valley.

Local da Aventura
Local da Aventura (Clique para Ampliar) – Região entre Evereska e os Thunder Peaks

_________________________________________________

Pântano de Chalimber (Marsh of Chalimber)

Onde estão as Ruínas dos Sarruk. Um local coberto por nevoas espessas, e que foi afetado pela Praga da Magia e contém rasgões dimensionais para as Far Realms (Reinos Distantes) de onde vêem aberrações e monstros horrendos.

Pântano de Chalimber

_________________________________________________

Templo de Sseth

Este é o templo esquecido de Sseth, uma ruína da era do Império dos Sarduks, uma das Raças Criadoras de Faerum, uma raça repitiliana extremamente versada em magia e muito poderosa. O templo está submerso no Pântano de Chalimber, possui dezenas de salas e, pela magia do Phaerimm que está preso nas partes mais profundas do templo, vários monstros foram atraídos para o lugar. Os monstros são liderados por um Beholder Morto-Vive, Gargoroth, que foi escravizado em vida pelo Phaerimm e depois de morrer foi transformado em Zumbi

_________________________________________________

O Templo de Sseth do Pântano de Chalimber

Localização dos Monstros (os jogadores poderão criar suas salas para ganhar Pontos de Narrativa ou alterar usando Pontos de Narrativa):

Salas 1 a 6 : Bullywogs, Nagas, e monstros repitlianos e aberrações. No 6 tem um Aboleth efraquecido pela magia de Phaerzazz.

Sala 7:  Eyeballs (Beholders filhotes)

Salas 8 a 16: Fantasmas e zumbis de aventureiros antigos que foram no Templo anteriormente.

Sala/Caverna 17: Local onde está a Sseth Phaerim e Gorgoroth com seus monstros,

_________________________________________________

PERSONAGENS DO MESTRE

Gargoroth – Beholder Zumbi

Escravizado pelo Phaerimm, Gargoroth anseia por se ver livre do Templo. Ele tentará entrar em um acordo com os heróis para que eles destruam o Phaerimm logo depois que o libertarem.

_________________________________________________

Phaerimm Sseth (Avatar da Deusa dos Phaerimm )

Os Phaerimm são criaturas que se alimentam de magia e são capazes de aprender e lançar qualquer tipo de magia apenas observando um mago usando-a. Eles foram responsáveis pela queda do Império Netheriano (que em suas pesquisas mágicas acabaram chegando em sua dimensão e inadvertidamente, abriram passagem para os Phaerimm entrarem e invadirem a nossa realidade).

Porém, com o uso de um Ponto Narrativo, uma jogadora (Keziah) alterou a história que eu tinha pensado e ao invés do Phaerimm preso ser realmente um Phaerimm, ele é na verdade o Avatar de Sseth, aprisionado pelos deuses em um corpo de Phaerimm, e em seguida se tornou a Deusa dos Phaerimm. A história ficou mais interessante assim, e segui essa narrativa que surgiu na mesa de jogo. A jogadora fez isso pois, de outra forma, os heróis não poderiam sair do Templo carregando os itens mágicos que eles encontraram lá.

_________________________________________________

Monstros do Templo de Sseth:

Ao longo dos milênios, dezenas de monstros diferentes foram atraídos para o Templo, atendendo ao comando mental do Phaerimm Sseth, que estava em busca de um Netheriano nato para que pudesse ser liberta de sua prisão de cristal. Assim pude usar no templo os mais variados monstros, como um Oni, Aberrações, Ogros, Trogloditas, etc.

_________________________________________

Cena 1 a 5 : Explorando o Templo de Sseth!

Preparação:

Defini as áreas do templo e criei três níveis. Como quis fazer a exploração, até a chegada na sala final, por meio de Narrativa Compartilhada (com os jogadores povoando as salas), apenas selecionei os monstros e dava indicadores para os jogadores que iriam criar as salas do que poderia haver nelas. Porém, grande parte da exploração foi feita por meio de desafio de perícias (com armadilhas, perigos, escritos nas paredes, fantasmas etc.) e deixei a criação dos jogadores bem livre, apenas ajudando a determinar as perícias para serem usadas nos desafios.

Nessa exploração foi que a história da Deusa Sseth acabou sendo criada (diferente da minha idéia original). Como ficou bem legal, não vetei e a jogadora (Keziah) ganhou um Ponto Narrativo. Os demais jogadores que criaram encontros legais para os heróis também ganharam Pontos Narrativos por causa da dificuldade do obstáculo.

Reporte das Cenas:

  • Eles entraram em várias salas e enfrentaram mais Bullywogs e Trogloditas. Várias armadilhas mortais também os aguardavam.
  • As salas criadas pelos jogadores tinham vários perigos, como armadilhas, monstros, etc. Os combates foram  emocionantes!
  • Teve algumas salas onde tiveram que passar por armadilhas, no melhor estilo Indiana Jones. Chão falso, pedras que rolam, etc.
  • História Criada pelos Jogadores (Ponto Narrativo Gasto) Os heróis encontraram um salão com um grande mural contando a história da Deusa Sseth (criada pela Jogadora Keziah). A deusa Sseth fora punida por tentar acabar com os humanos, transformando várias tribos em criaturas reptilianas sob seu completo comando. Ela foi expulsa da dimensão de Faerum e presa na mesma dimensão que os Phaerimm.
  • Quando os Phaerimm invadiram Faerum, Sseth, agora presa em um corpo de Phaerimm, liderou a invasão, invadindo as Torres Mágicas dos Netherianos utilizando a Chave Arcana. Após a derrota dos Phaerimm, Korsus, o maior dos magos do antigo império Netheriano, prendeu Sseth em um Cristal do Vazio, para impedir que ela voltasse para a dimensão dos Phaerimm e os liderasse novamente. Ele também deixou a Chave Arcana dentro do Cristal do Vazio, flutuando em frente ao corpo de Sseth, como uma tortura eterna para o Deus Phaerimm e também para evitar que a Chave Arcana seja usada contra o império netheriano.
  • Porém Sseth conseguira fazer com que um dos aprendizes de Korsus roubasse a Adaga de Korsus, o artefato que o mago usou para conjurar o Cristal do Vazio. O aprendiz voltou para o templo, porém, antes de libertar Sseth, ele morreu em uma das centenas de armadilhas que Korsus colocou no lugar.
  • Nos milênios que se seguiram, Sseth usou dos seus poderes mágicos, os poucos que conseguiram quebrar a barreira do cristal, para atrair monstros e heróis para o templo, escravizando-os e tentando fazer com que eles a libertassem do Cristal do Vazio. Porém como nenhum desses seres tinha sangue netheriano, a Adaga de Korsus não podia acionar seu poder mágico.

_________________________________________

Cena 6 : Enfrentando Gorgoroth e Libertando Sseth.

Preparação:

Ao chegarem na cena final, pensei em criar um momento de interpretação, onde Gorgoroth iria oferecer ajuda aos heróis em troca de sua liberdade. Seria um conflito social (Desafio de Perícias onde cada parte faz um argumento e rola a perícia relativa contra uma dificuldade fixa, nesse caso foi 18; a outra parte faz um contra argumento e vai seguindo, o primeiro que tiver 3 sucessos vence o conflito social, simplão e rapidão! J.

Se eles convencerem Gorgoroth que são aliados, Gorgoroth dará a adaga, se partirem para a ignorância, Gorgoroth irá atacar os heróis. Caso vençam e libertem Sseth, a deusa irá reviver Gorgoroth e seus monstros previamente derrotados pelos heróis e os heróis terão que lutar novamente ou fugir (o que será mais provável que façam).

Nesse momento, Gorgoroth também revelaria que um dos heróis possui sangue netheriano (e assim pode usar a Adaga de Korsus para quebrar o Cristal do Vazio). Iria fazer um sorteio entre os heróis humanos para determinar quem tem sangue netheriano (ou seja, seria revelado um mistério sobre o passado do personagem, e como eles estão lutando contra os netherianos, isso colocaria um conflito interessante na narrativa).

Reporte da Cena:

A cena final foi muito emocionante, tanto a parte de interpretação quanto o combate. Foi um dos combates mais desafiadores e complexos em termos de estratégia que tivemos até agora, devido ao terreno (que era hexagonal, com três níveis de elevação e um enorme poço cheio de espetos envenenados no meio.

Sob esse buraco central, Gorgoroth iria ficar flutuando, impedindo os ataques corpo a corpo. Os diversos monstros, o Oni, os gricks, um Ooze amarelo entre outros fizeram com que o combate tivesse diversos tipos de estratégias, com os monstros alterando o terreno e o modo de atacar.

  • Os heróis venceram o desafio social com Gorgoroth e ele passou a Adaga de Korsus para Auden (que foi quem eu sorteei e que possui sangue netheriano).
  • A revelação que Auden, o Senhor da Guerra é filho de netherianos chocou todo mundo, inclusive o próprio herói. Depois de uma vida de ódio aos netherianos graças a sua experiência no exército de Cormyr, descobrir que seus pais são do Império das Sombras deixou o personagem com vários questionamentos.
  • Eles quebram o Cristal do Vazio e preparam para destruir o Phaerimm no momento em que ele sair. Porém, Stadt Jever ataca com seu poder mágico, que é facilmente absorvido pelo Phaerimm, mesmo muito enfraquecida. Ela, como gratidão, não os destrói no momento e comanda todos os seus monstros, inclusive Gorgoroth, para acabar com os heróis.
  • O combate é violento com três personagens chegando ao estado de morte (mas passando nos salvamentos).
  • Cena Memorável: Kalian, o ladino berserker, pulou em cima de Gorgoroth e acatou sem parar o Beholder, mesmo que, se errasse ou desiquilibrasse, ele cairia no foco cheio de espetos embaixo. Gorgoroth lançou uma magia de sono no Kalian. Nesse momento o jogador, gastando um ponto de narrativa, e narrou que Kalian havia enfiado seu braço com sua adaga dentro das tripas do Gorgoroth, desmaiando mas ficando dependurado no Beholder Undead! Hahahahahaha! Em seguida ele salvou do sono e continuou descendo o cacente no Beholder, dependurado como seu fosse um tererê!
  • Eles vencem os monstros, porém, imediatamente depois, o templo começa a se desfazer, com as paredes e o chão revertendo na sua forma original de milhões de serpentes! Agora eles terão que fugir do templo antes de serem esmagados!

_________________________________________

Fotos da Sessão


Primeira Sala do Segundo Nível do Templo! Armadilhas para todos os lados!


Por causa do breu, o pessoal jogou uma tocha no meio, abrindo uma área de luz!


Armadilha!!! Abriu o caixote e apareceu um Grick véio!

Esse gárgula foi pau pereira! Detonou pra carai,véio!


Parte do Templo de Sseth explorada por meio de desafio de perícias!


O povo continua explorando!


Sala final! Terreno complicado, três níveis com um buraco no meio! :)


Começa o combate final!

O local estava cheio de corpos pelo chão, ex-aventureiros que fora atraídos pelos itens mágicos e tesouros dos Sarruk!

Kalian preso no Gargoroth! :) DOOOODIMAIS VÉÉÉÉÉÉIIII!

Centenas de corpos de outros aventureiros pelo chão! :)

Essa é a minha técnica de controlar os PVs dos monstros, cada tracinho são 10 PVs, o povo vai arrancando e vou cortando.

Ethereal Marauder véio! O bicho pegou!!!!


____________________________________________

Próxima Sessão

Na próxima sessão eles irão continuar a exploração do Templo de Sseth, descobrir um mistério milenar sobre os Netherianos e tentar salvar a cidade de Evereska da destruição!

____________________________________________

Contato

____________________________

Outros Artigos

Anúncios

6 comentários

  1. Valeu pelos comentários, pessoal!

    @alex – o pessoal tá curtindo mesmo e o legal é que a história vai se adaptando ao que o grupo inteiro gosta, a responsa da diversão não fica só nas costas do mestre! :)

  2. Ótimo reporte, como os anteriores.
    É muito interessante e compensador observar a construção da história da aventura pelo mestre e pelos jogadores. A impressão que tenho é que esta técnica deixa os jogadores mais presos e interessados na história do que o paradigma tradicional.
    Mal posso esperar pelos próximos.

  3. Quem vê o Anderson falando assim nem imagina o que o personagem dele faz ingame.
    Vamos criar uma paragon path só pra ele, Berseker Rogue.
    XD

    Sim, Warlord tá fazendo diferença em tudo qto é luta, e o Ladino tá matando geral.
    \o/

  4. Realmente foi um dos combates mais emocionantes das nossas sessões de D&D 4ª Edição.

    O trabalho em equipe e a estratégia do grupo nos salvou do que poderia ser uma tregédia (Sério pessoal, já dávamos como certa a morte de pelo menos 2 personagens fora os outros momentos de desespero…).

    As duas Defenders (Lady Arytanna e Jelly) seguraram os inimigos mais fortes por quase todo o combate, permitindo que a Marissol e o Stadj conseguissem lutar em “segurança”

    O Khalian conseguiu dar um baita trabalho para o Gargoroth impedindo que o beholder fizesse um estrago maior no grupo (e irritando a paciência do mestre… Dá-lhe vintão providencial… hehe!! ).

    E mais uma vez ficou comprovado como a presença de um Warlord é determinante (para não dizer essencial) para vencermos o combate.

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s