Participe de Encontros de RPG e Lute contra o Preconceito contra o nosso hobby! [NitroDungeon – Dicas de Mestre]

Novamente estamos vendo muitas informações erradas sobre o RPG na mídia. Sendo de Belo Horizonte, sei na pele como artigos mal feitos veiculados pelos jornais e televisão podem distorcer o modo como as pessoas vêem o nosso hobby. Quando morei nos Estados Unidos, percebi que mesmo com a fortíssima campanha contra o RPG durante a década de 80, a comunidade de jogadores é bem organizada e forte, e com a difusão imensa do hobby, o preconceito é muito menor do que observo por aqui. Ou seja, quanto mais pessoas joguem RPG ou conheçam pessoas que joguem RPG, menor é o preconceito.

"Hero's Bane" - por Thaldir - Deviant Art

“Hero’s Bane” – por Thaldir – Deviant Art

Aqui no Brasil já estamos chegando na era onde pais que cresceram jogando RPG estão ensinando para seus filhos, o que contribui para a diminuição do preconceito. Mas além disso, é preciso que quem já joga RPG se movimente e esforce em divulgar o hobby. Seguem alguns pontos para lutar contra o preconceito!

RPG é basicamente CRIAR E CONTAR HISTÓRIAS INTERATIVAS EM GRUPO.

Uma das principais causas do preconceito é a falta de informação. Por isso, sempre que alguém me pergunta, eu tento simplificar ao máximo e tirar qualquer “mistificação” ou mistério do RPG. Como a “contação de histórias” é uma atividade que ultimamente tem ficado cada vez mais popular entre as pessoas (com oficinas e contadores de histórias em vários eventos, tanto infantis quanto até em eventos corporativos), mostro que o RPG é nada mais nada menos que contar histórias interativas em grupo, ou seja, criar coletivamente uma história, seguindo algumas regras.

Faço questão de mostrar que é algo simples, que é o famoso “brincar de faz-de-conta” da infância, onde as pessoas que criam coletivamente a história também participam da história como personagens da mesma. Uma espécie de teatro de improviso, e que pode ter vários temas, como fantasia, desenhos animados, ficção científica, etc.

É legal também ressaltar o lado lúdico e educacional do RPG, assim como o incentivo a leitura, à socialização, o desenvolvimento da criatividade, da escrita e o principal, a diversão!

Crie, Participe e dê apoio aos Eventos de RPG!

Não adianta ficar reclamando da mídia se os jogadores e mestres de RPG não participam de Eventos de RPG, ajudando a expandir o hobby. Eu acredito que eventos, jogos organizados, dias de RPG, mesas em eventos de anime ou similares, são uma das principais maneiras de expandir o hobby e lutar contra o preconceito. Centenas de jogadores aqui de BH, por exemplo, começaram no hobby por causa do antigo e saudoso Dragon’s Cave Club que existia na Livraria Leitura, e que promovia eventos SEMANAIS de RPG, além de organizar eventos anuais enormes.

Isso faz com que o RPG saia das salas escondidas dos mestres mais antigos e fique uma coisa mais comum, mais normal. Quanto mais o público ficar acostumado com o hobby, em ver pessoas jogando e mestrando, diminui o preconceito.

Torne o RPG cada vez mais acessível a quem não conhece!

Uma das maiores reclamações de quem não conhece ou já jogou RPG uma vez é a complicação do jogo. Tornar o jogo mais acessível, mais fácil de jogar ajuda a vencer o preconceito e a integrar novos jogadores. Conheci várias pessoas que tinham muita vontade de jogar mas sempre achavam que não iam dar conta de aprender tantas regras e ler tantos livros! Eu sempre fui da política de que o mestre é que tem que ralar, hahaha, o jogador tem apenas que representar o seu personagem. Além disso, uma dos maiores problemas é a falta de mestres/narradores. Assim, se você é um jogador mais experiente, procure experimentar a posição de mestre, principalmente em eventos de RPG. Além de você aprender a ver o jogo de um ponto de vista diferente, você estará contribuindo para expandir o hobby, lutar contra o preconceito e até a se tornar um melhor jogador! J

Bem, é isso aí! Fico aguardando nos comentários mais sugestões para lutar contra o preconceito em relação ao RPG!

**********************************************************************

Posts da Blogosfera do RPG selecionados pelo Tio Nitro! (Atualizado diariamente!)

************************************************************************

Outros Artigos

22 comentários

  1. Tio Nitro, vale lembrar a ótima campanha que lançaram no RPGCon, que tem o mesmo propósito de diminuir o preconceito: http://bejrpg.ning.com/ Os caras fizeram ótimas atividades no evento e querem fazer mais. Bora dar uma força para eles :)

  2. Sugestão: sua postagem sobre como mestrar para iniciantes deveria estar em destaque no seu blog numa página/link.

    No meu blog estou colocando um sistema simples ainda esta semana, de duas páginas mais uma página com ficha, usando dado comum de seis lados. É um sistema para ensinar. Até dia 15 de julho com certeza está no ar. Já está digitado, estou apenas tirando uns erros.

    Gilson

  3. Nitro, depois me passa teu e-mail que eu to afim de falar um negócio bacana contigo.

  4. Eu vou continuar jogando quer as fofocas da imprensa queiram ou não, se o governo proibir eu continuarei jogando. To me lixando para o que pensam… Mas eu vou seguir o exemplo do Valchrist e entrar em contato com a casa da cultura de minha ENORME cidade (Tapiratiba-SP) e ver se consigo um espaço para mestrar. Se evitarmos nos acomodarmos em nossas casas e formos para lugares publicos (parques, escolas, centros-culturais, etc.), talvez nosso hobby seja menos mal visto. Vou montar uma mesa de D&D. Se não der certo, volto para minhas mesas virtuais no Fantasy grounds.

  5. Acho que o seu podcast 3 e essas dicas são tu o que é preciso.

    Mas sempre é bom lembrar: PACIENCIA!!! Alguns vão achar ruim, ja vir com acusações, a questão é ficar calmo e explicar mesmo que seja preciso 100000000000 vezes. Porque se tu estourar ainda é capaz de faalrem que é influencia do hobbi….

  6. Kra, doidimais ^^, Dô mó valor ao Tio Nitro (e ele sabe disso), tambem ja sofri muito com o preconceito mais agora consegui dinfudir ao maximo na minha amada cidade de Mossoró…….

    Vlw pessoal.

  7. Devemos desmistificar o RPG e torná-lo uma atividade comum de entretenimento, aprendizado e socialização.

    Eu mesmo organizei (e custeei) um evento aqui na pequena vila do interior (Nova Serrana/MG) doidimais, e teve vários iniciantes que simplesmente adoraram o RPG, que organizaram um grupo e já começaram a jogar! Eu sorteei um kit com dados e o BESM d20, para iniciantes e depois todos queriam adquirir para aprender e começar a jogar!

    Saiu até num jornal e numa revista local! Quem quiser ver: http://rpgnovaserrana.blogspot.com

    Recomendo a todos organizar/mestrar em eventos, assim o RPG vai se tornar cada vez melhor!

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s